4 substâncias que escurecem os dentes: Saiba como isso ocorre

 In Público em geral

O dramaturgo inglês William Shakespeare dizia que é mais fácil obter o que se deseja com um sorriso do que à ponta da espada. E para que tenhamos um sorriso capaz de abrir portas, como sugere o escritor, uma dentição saudável e bonita é fundamental. Dentes brancos denotam as duas coisas para aqueles que observam, e garantem as duas coisas para aqueles que os ostentam. E, para mantê-los assim, é necessário que tomemos alguns cuidados quanto a nossa higiene bucal, assim como ao consumo de alguns alimentos e substâncias. Conheça quais são as causa e as principais substâncias que levam ao escurecimento dos dentes:

O que pode causar o escurecimento dos dentes?

Vários fatores podem ocasionar o escurecimento dos dentes. Um simples tratamento de canal, por exemplo, pode gerar escurecimento por uma manipulação deficiente dos produtos utilizados no tratamento. O uso contínuo de antibióticos também pode contribuir para o processo, assim como a morte da polpa dental, chamada de necrose.

Entretanto, os grandes vilões do escurecimento são algumas substâncias que consumimos e que causam efeito direto na aparência de nossos dentes, como refrigerantes, bebidas alcoólicas, alguns alimentos e o cigarro.

Substâncias ácidas

Algumas bebidas alcoólicas e refrigerantes, principalmente os de sabor limão e cola, possuem substâncias ácidas que atuam diretamente nos dentes, promovendo a erosão ácida do esmalte, tecido basicamente formado por minerais e que, juntamente com a dentina e a polpa dentária, forma nossos dentes. A medida que a erosão do esmalte avança, o dente se torna mais poroso e, por consequência, mais suscetível ao escurecimento.

Devemos ficar atentos, também, a alguns sucos que, embora naturais, possuem substâncias ácidas semelhantes as dos refrigerantes e bebidas alcoólicas, tendo efeito similar em nossa arcada dentária.

Pigmentação excessiva

Alguns alimentos que consumimos cotidianamente possuem um alto teor de pigmentação e, por isso, podem causar o escurecimento dos dentes se consumidos em excesso. Estão neste grupo frutas e leguminosas como a amora, cereja, açaí, uva e beterraba.

Por também possuírem substâncias que promovem uma pigmentação excessiva, incluem-se neste grupo os chá e cafés, bem como o molho de soja, usado principalmente na culinária asiática.

Algumas dicas para evitar os danos causados por esta pigmentação são a redução do consumo destes alimentos, bem como realizar a escovação e o uso do fio dental após as refeições. Se não for possível, um simples enxágue bucal após seu consumo pode ser muito útil, pois um bochecho caprichado com um pouco de água ajudará a diminuir a concentração destas substâncias em seus dentes.

O vinho e seus dentes

O vinho é um caso especial em nossa lista, pois agrega os dois itens apresentados anteriormente. Além de possui uma excessiva pigmentação a bebida também tem substâncias ácidas que atuam na erosão do esmalte dentário.

Alcatrão e nicotina

Vilão de todas as horas, o cigarro também prejudica nossos dentes. O alcatrão e a a nicotina, substâncias químicas presentes em sua composição, causam o surgimento de manchas escuras e deixa os dentes amarelados com o passar do tempo.

Diferentemente dos alimentos pigmentados, um simples enxágue bucal não resolve nesse caso. Os cuidados para evitar envolvem a suspensão total do consumo do cigarro. Como opções de tratamento, podem ser utilizados métodos de clareamento dental. Entretanto, mesmo o clareamento não surtirá o efeito desejado se o paciente seguir fazendo uso do cigarro.

Uma boa prática de higiene bucal é capaz de reduzir consideravelmente possíveis problemas com a aparência de seus dentes. Vimos também como alguns truques, como o bochecho de água, também podem ser bons aliados. Entretanto, jamais desconsidere a assistência de um especialista para avaliar o surgimento de manchas ou o escurecimento de seus dentes. Supere aquele medo do dentista e mantenha seu sorriso em dia!

Recent Posts

Leave a Comment