5 cuidados que você precisa ter com a escova de dente

 In Profissionais da saúde, Público em geral

A regra de ouro para ter um sorriso bonito e saudável e um hálito agradável é cuidar da higiene dos dentes diariamente, após as refeições, ao acordar e antes de dormir. E para isso, não é necessário investir em produtos caros: o trio escova de dentes, creme dental e fio dental dá conta de fazer a limpeza dos dentes e da boca de forma eficiente e prática. Mas não basta comprar uma boa escova, de uma marca conhecida e confiável, e não cuidar da sua limpeza. Você sabe manter sua escova sempre limpa? Confira nossas dicas e inclua esses cuidados em sua rotina diária:

A hora certa de trocar a escova de dentes

A indicação é simples: as escovas de dentes devem ser substituídas a cada três meses. Certo? Essa realmente é a recomendação dos dentistas, mas que tal você fazer um teste? Vá até o banheiro agora mesmo e observe sua escova: ela está em bom estado? As cerdas estão firmes e alinhadas? Ou estão desgastadas, deformadas, e você precisa forçar a escova para conseguir limpar os dentes? Não se prenda ao tempo indicado, troque sua escova sempre que perceber que ela não está mais limpando com a mesma eficácia. Após uma gripe, dor de garganta ou resfriado, também é importante trocar a escova, pois os germes ficam alojados nas cerdas.

Antes e depois de escovar os dentes: o que fazer?

Antes de escovar os dentes, é indicado lavar bem as mãos com água e sabão, e fazer um bochecho apenas com água para remover restos de comida que podem estar escondidos entre os dentes. Após a escovação, é importante lavar e enxaguar bem a escova, até remover todos os resíduos de creme dental que ficam alojados entre as cerdas. Retire o excesso de água dando batidinhas com a escova na pia — se a escova ficar molhada ou úmida, pode ocorrer proliferação de fungos nas cerdas.

A melhor maneira de guardar a escova de dentes

A posição vertical evita que a cabeça da escova fique molhada ou úmida, por isso é a melhor forma de manter sua escova quando não estiver sendo usada. Capinhas ou caixinhas próprias para escovas não são indicadas: o ambiente fechado contribui para a proliferação de bactérias e fungos. Um porta-escova simples, com divisórias — para que as escovas não se encostem — é o ideal, lembrando de manter pelo menos 1,5m de distância do vaso sanitário. O ato de dar descarga sem baixar a tampa do vaso é equivalente a esfregar sua escova na borda do vaso: a contaminação é imediata!

Compartilhar a escova: sim ou não?

Compartilhar escova de dentes é terminantemente proibido! As escovas — mesmo dos moradores da mesma casa, da mesma família ou namorados — não podem ter contato entre si. Até quando estão apenas encostadas, o contato com bactérias diferentes pode transmitir doenças e outros problemas na boca. Colocar todas as escovas na mesma solução de limpeza com enxaguante bucal oferece o mesmo problema.

Cuidados ao escolher sua próxima escova de dentes

Não é necessário comprar o modelo mais caro, o lançamento mais recente ou a marca mais famosa. O critério mais importante na hora de escolher uma escova de dentes é que ela tenha cerdas firmes e macias e que consiga alcançar todos os dentes para alcançar uma limpeza eficiente. Escovas retas, sem cantos e curvas, são mais práticas para manter limpas e evitam a proliferação de bactérias.

E você, como cuida da sua escova de dentes? Conte pra gente nos comentários!

supreme_post

Recent Posts

Leave a Comment