5 dicas para controlar o bruxismo

 em Público em geral

Como controlar um movimento involuntário, que geralmente é feito quando se está dormindo e que você só percebe quando o problema apresenta sinais físicos? Para quem sofre com o bruxismo, o hábito de apertar ou ranger os dentes, normalmente durante o sono, essa pode ser uma pergunta difícil de responder.

Por isso, neste artigo, trazemos algumas dicas para ajudá-lo a controlar o problema e evitar danos maiores à saúde bucal. Confira!

Quais são os riscos do bruxismo?

O bruxismo provoca um desgaste no esmalte dos dentes, o que pode deixá-los tortos, levar à má oclusão e a uma série de outros problemas de saúde bucal. Ranger e apertar os dentes causa ainda fraturas, sensibilidade, traumas e lesões que, se não tratadas precocemente, podem provocar a necrose dos nervos e da polpa do dente, provocando sua queda ou a necessidade de extração.

Os sintomas podem se estender para além da boca e resultarem em dores de cabeça e na face, infecções e zumbido no ouvido, devido à pressão sobre os músculos da região.

Qual a importância de controlar o bruxismo?

Quanto antes for feito o diagnóstico de bruxismo, menores serão os danos para a saúde bucal e da região da face como um todo. Como o problema pode passar muito tempo despercebido, já que acontece mais frequentemente durante o sono, é de extrema importância manter em dia as visitas ao dentista. Esse profissional poderá avaliar o desgaste dos dentes, os danos aos músculos mandibulares e indicar o melhor tratamento para cada caso.

Como evitar e controlar o bruxismo?

Nesse tópico, trazemos algumas dicas que podem ser observadas no cotidiano e que ajudam a evitar e controlar o bruxismo.

Mantenha a boca relaxada e desencoste os dentes

Quando você observar que está com os músculos da face tensos e/ou sentir que está apertando os dentes, relaxe a musculatura da boca e mantenha os dentes afastados. Quando os lábios se tocam, a língua repousa sobre os dentes incisivos superiores, mantendo os dentes sem se tocarem. Se há dificuldade em fechar a boca, é necessário fazer uma avaliação com o dentista.

Mesmo durante a mastigação os dentes não devem se tocar, ficando protegidos pelo alimento que está sendo triturado. Eles se encostam apenas no processo final de engolir os alimentos.

Use a placa interoclusal

Se o seu dentista indicou o uso da placa interoclusal, não deixe de seguir a recomendação, pois quando a peça está bem ajustada, ela não causa desconforto e vai proteger seus dentes durante o sono. Se você também aperta os dentes durante o dia, a placa deve ser utilizada sempre que possível também no período diurno.

Evite mascar chicletes e mastigar objetos

Algumas pessoas que sofrem de bruxismo desenvolvem o hábito de mastigar pontas de objetos como canetas e lápis ou mascar muito chicletes. Esses hábitos devem ser evitados, pois podem agravar as dores mandibulares ou mesmo quebrar os dentes ao se colocar uma força grande para morder os objetos.

Evite bebidas estimulantes

Bebidas que contenham cafeína como cafés, chás e refrigerantes, ou que sejam estimulantes, como energéticos e bebidas alcoólicas, também devem ser evitadas, especialmente à noite. Essas substâncias podem aumentar a ansiedade e agravar o bruxismo.

Faça atividades prazerosas

O bruxismo está muito ligado a causas emocionais e psicológicas, como ansiedade, estresse e tensão. Por isso, praticar exercícios físicos e atividades prazerosas que ajudem a relaxar e desacelerar os pensamentos e preocupações, em especial nas horas próximas de ir para a cama, é uma forma muito eficaz de reduzir e evitar o ranger e apertar dos dentes.

Como tratar o bruxismo?

Uma das formas mais comuns e eficazes para tratar o bruxismo está no uso das placas interoclusais. As peças, que podem ser de silicone ou acrílico rígido, são feitas sob medida pelo dentista e servem para proteger os dentes durante o sono. Com o uso elas se desgastam e é necessário trocá-las.

Quando as causas do bruxismo também envolvem questões neurológicas e psicológicas mais graves também pode ser necessário o uso de medicamentos ansiolíticos e acompanhamento com outros especialistas.

Gostou das nossas dicas para controlar o bruxismo? Leia também nosso artigo sobre o uso do aparelho dentário em adultos!

Publicações recentes

Deixe um comentário