5 dicas para distrair a criança no dentista

 em Dia-a-dia, Para seus filhos

A visita ao dentista não precisa ser um desafio de paciência para os pais. Levar a criança desde cedo ao consultório e não transmitir os temores relacionados a tratamentos dentários são algumas formas de evitar que seu filho desenvolva o medo do dentista.

Quando a criança já manifesta alguma resistência, é possível trabalhar o sentimento negativo para que, aos poucos, ela se sinta mais confortável e encare as consultas odontológicas com naturalidade.

Nesse artigo, você encontra algumas dicas para distrair a criança no dentista e fazer dos cuidados de saúde bucal do seu filho mais um momento de diversão. Confira!

Escolha um odontopediatra para a criança

Mesmo que você já tenha um dentista de confiança que trate dos seus dentes, é importante escolher um odontopediatra para cuidar da saúde bucal do seu filho. Assim como o pediatra, esse profissional está mais familiarizado com o universo infantil e terá melhor jogo de cintura para lidar com as peculiaridades do atendimento da criança.

Ele conhecerá técnicas para distrair e abordar de forma lúdica os procedimentos que serão necessários, ganhando com mais facilidade a confiança do pequeno.

Faça das visitas ao dentista uma rotina para a criança

Quanto antes seu filho fizer a primeira consulta ao dentista, melhor. Não espere que a criança tenha algum problema de saúde bucal para levá-la ao consultório. Quando a primeira experiência está relacionada a um momento indolor, como uma consulta de avaliação, limpeza e uma conversa com o odontopediatra sobre como cuidar dos dentes, menores são as chances da criança desenvolver o medo da cadeira do dentista.

Tornar as visitas ao dentista uma rotina para a criança vai deixá-la muito mais familiarizada e confiante com o ambiente.

Use o lúdico para falar sobre a consulta com o dentista

A linguagem lúdica também pode e deve ser usada para abordar a visita ao dentista. Fale, por exemplo, sobre como o odontopediatra vai ajudar a procurar o bichinho que come o dente, causando a cárie infantil, ou como ele vai colocar um escudo de flúor para proteger os dentes contra esses vilões, etc.

Chame a atenção da criança para a decoração do consultório

Um consultório especializado em atendimento infantil certamente terá uma decoração que agrade aos pequenos, com desenhos, revistinhas e objetos coloridos. Enquanto você e seu filho aguardam o odontopediatra chamar, explore com a criança esses objetos e atrativos. Isso vai reduzir a ansiedade dela e tornar a visita mais tranquila.

Seja transparente com a criança

Você e o dentista devem ser transparentes com seu filho sobre o que será feito em sua boca. Mesmo que seja um tratamento mais incômodo, é importante contar na linguagem mais próxima do universo infantil o que vai acontecer. Além de transmitir confiança, essa abordagem evita o medo do desconhecido, que pode estressar mais a criança.

Sempre que possível, deixe que ela se sinta uma ajudante em seu tratamento, segurando o espelho, a canaleta de sucção ou outro objeto relacionado à consulta.

Gostou das nossas dicas para distrair a criança no dentista? Leia também nosso artigo: 4 maneiras criativas de ensinar higiene bucal para as crianças e veja como tornar a escovação diária muito mais prazerosa para o seu filho!

Publicações recentes

Deixe um comentário