5 formas de tratamento para o mau hálito infantil

 In Dia-a-dia, Para seus filhos

Quando falamos em mau hálito, nunca é demais lembrar que as crianças também sofrem com esse problema de saúde bucal. Sabemos que nem sempre é fácil para os pais ajudarem os filhos a ficarem livres dos incômodos causados pela halitose.

No post de hoje, listamos cinco ações simples e eficazes para tratar o mau hálito infantil. Confira e comece hoje mesmo a colocá-las em prática!

1. Capriche na escovação desde cedo

Os bons hábitos de higiene bucal devem fazer parte da rotina da criança desde os seus primeiros meses.

Quando ainda são muito pequenos, os pais são os responsáveis por realizar a limpeza bucal da maneira correta. À medida que crescem, os filhos aprendem a usar a escova de dentes e o fio dental corretamente, por isso que o exemplo dos pais é fundamental para esse aprendizado.

Manter dentes, língua e gengiva sempre limpos é a ação mais simples para evitar o surgimento ou o agravamento do mau hálito.

2. Cuide do horário das refeições

Permanecer longos períodos sem comer pode causar ou agravar o mau hálito infantil. Por isso, é importante cuidar do horário das refeições ao longo do dia, garantindo que não haja um intervalo maior do que três horas entre uma refeição e outra.

Outro cuidado válido é observar se o seu filho está ingerindo a quantidade adequada de água, pois a boca seca também é causa de halitose. Sucos naturais são uma boa opção para os pequenos nos dias de calor.

3. Conheça os alimentos amigos do hálito fresco

Iogurte natural, cenoura, pepino, limão e maçã são alimentos que ajudam a combater o mau hálito, além de serem ricos em fibras, vitaminas e sais minerais, o que também é ótimo para o desenvolvimento das crianças.

Saiba que a alimentação pode ser uma grande aliada ou se tornar a principal vilã em se tratando de manter o hálito fresco e a saúde bucal. Lembre-se que brócolis, cebola, alho, queijo ou carne vermelha, quando consumidos em excesso, podem agravar a halitose.

4. Fique atento aos problemas respiratórios

O odor ruim na boca dos pequenos, muitas vezes, é causado por infecções do trato respiratório, que deixam a garganta e as vias aéreas cheias de catarro e outras secreções que provocam o mau hálito.

Fique atento aos sintomas de uma gripe ou de episódios de sinusite ou amigdalite apresentados pelas crianças e não hesite em procurar o pediatra. Mesmo porque, problemas estomacais e diabetes também são doenças relacionadas ao surgimento do mau hálito.

5. Invista em antissépticos naturais

Hortelã, canela, cravo e gengibre são opções naturais para combater os odores ruins e deixar o hálito fresco. Porém, o gosto forte pode ser um incômodo para as crianças.

Para driblar essa dificuldade, invista em águas aromatizadas ou use como forma de acrescentar sabor em vitaminas, sucos ou saladas.

5.1 Mas, e se o mau hálito infantil persistir?

Se mesmo com todos esses cuidados o mau hálito infantil persistir, você deve conversar com o dentista do seu filho ou procurar um especialista no assunto, para que as causas da halitose sejam identificadas e tratadas adequadamente.

Lembre-se que uma das principais atitudes para cuidar da saúde bucal dos pequenos é visitar o consultório odontológico regularmente, mesmo antes dos primeiros dentinhos nascerem.

Gostou das nossas dicas de hoje? Quer saber mais sobre como manter os cuidados com a saúde bucal em dia? Siga nos no Facebook, Twitter, Youtube, Instagram e Linkedin!

Recent Posts

Leave a Comment