5 tratamentos para dentes sensíveis

 In Público em geral

Quem já sentiu sensibilidade nos dentes ao ingerir algo muito gelado ou muito quente sabe como a sensação é incômoda. Muitas pessoas que sofrem de sensibilidade acabam por evitar alguns alimentos ou temperaturas para não sentir dor, mas, na verdade, só é possível resolver o problema buscando a ajuda de um dentista.

A sensibilidade ocorre devido à exposição da dentina, uma estrutura da boca composta por milhares de tubos microscópicos que vão da parte externa do dente até a polpa da gengiva, realizando a comunicação com o sistema nervoso do dente. Daí a sensibilidade.

Essa exposição pode acontecer devido a uma série de fatores, entre eles retração gengival, perda do esmalte do dente, cáries e tártaros, rachaduras ou pequenas fraturas e escovação incorreta.

A boa notícia é que, atualmente, existem vários tratamentos para dentes sensíveis, então não é necessário se privar do prazer de tomar um chá bem quente ou um sorvete gelado por causa desse problema. Conheça alguns dos tratamentos disponíveis:

Creme dental especial

Existem no mercado alguns cremes dentais específicos para o tratamento dos dentes sensíveis. Esses cremes possuem em suas fórmulas componentes que recobrem a dentina, impedindo que a transmissão da sensação chegue até o nervo.

A desvantagem aqui é a impossibilidade de usar outro tipo de dentifrício, já que, com o tempo, a proteção se desgasta e precisa ser reposta.

Aplicações de selante

Uma forma de tratar os dentes sensíveis é com a aplicação de selante. Esse procedimento é realizado por um dentista e ajuda a cobrir a parte exposta do dente, como faz o esmalte. O selante funciona, basicamente, da mesma forma que o dentifrício, porém, com uma durabilidade maior.

Aplicações de substâncias

A aplicação de algumas substâncias como nitrato de prata, ferrocianeto de potássio ou nitrato de zinco trazem alívio imediato aos dentes sensíveis.

Em alguns casos, a aplicação precisa ser realizada com disposição eletrolítica ou com laser, e, por vezes, realizar o procedimento uma única vez pode ser suficiente para resolver o problema a longo prazo.

Tratamentos das cáries

Se a causa da sensibilidade forem as cáries, será necessário fazer o tratamento delas para solucionar a questão. Possivelmente, se o quadro for grave, será preciso realizar também tratamento de canal para eliminar a sensibilidade.

Placas para proteção

Algumas pessoas rangem os dentes durante o sono, desgastando-os desnecessariamente e, ainda, forçando sua raiz, o que agrava o quadro de sensibilidade. Diante disso, placas de acrílico ou silicone podem ser usadas para proteger os dentes.

Além dos tratamentos indicados pelo dentista, alguns hábitos podem ajudar a evitar a sensibilidade nos dentes:

  • Mantenha uma boa escovação para prevenir o aparecimento de tártaro e gengivite, que contribuem para a sensibilidade;
  • realize a escovação de maneira suave e com escova com cerdas macias para não desgastar o esmalte dos dentes;
  • evite o consumo excessivo de alimentos ácidos que contribuem para o desgaste do esmalte do dente;
  • e reduza a ingestão de açúcares e carboidratos, pois eles contribuem para o surgimento de cáries.

A sensibilidade nos dentes certamente é um problema desagradável, mas essas opções de tratamento que podem te ajudar a contornar a situação. Comente dizendo se você já fez algum dos tratamentos citados e leia também nosso post sobre as principais causas e formas de prevenção da sensibilidade!

Recent Posts
Showing 2 comments
  • Alex Reis
    Responder

    Olá! SE algum(a) dentista puder responder, agradeço de coração.

    Bem… eu comecei a sentir uma dor (fraca, é verdade, mas que incomoda bastante) em na região inferior esquerda da minha boca, sem saber especificar exatamente em ‘qual’ dente seria essa dor.

    Pois bem, fui ao dentista, e ela realizou uma obturação em um dente nessa área, o que eu achei que fosse resolver o problema, mas pra minha surpresa não resolveu. Achei que a dor fosse proveniente daquela pequena cárie na qual foi feita a restauração.
    Mas a dor persistia. E ainda persiste!
    Voltei ao dentista nos dias seguintes, e relatei que continuava sentindo aquela ‘dorzinha chata’ de vez em quando.

    Foi veirifcado se havia alguma outra cárie pela área, mas não foi encontrado nada. Estava tudo ok. Então solicitaram um Raio-X da área, e segundo a dentista o que ocorre é o seguinte:

    Na região foi extraído no passado um dente, e os demais foram se moldando ao novo formato da boca, e um em específico (não me recordo agora o número do dente, mas é o penlutimo da região inferior esquerda), inclinou-se um pouco mais, chegando a quase esbarrar no proximo. E segundo a dentista, esse seria o motivo dessa “hipersensibilidade” na área. Ela me recomendou apenas uma PASTA PARA SENSIBILIDADE (qualquer uma…), pra ver se diminuia a dor.

    Estou usando a alguns dias, mas confesso que não senti nenhuma melhora. 😛

    E pra quem já passou por isso, sabe que dor é um saco!!

    Não dói o tempo todo. Tem horas em que realmente não dói nada. Mas ‘do nada’ volta a doer . Uma dor fina e fraca, mas que incomoda sim.

    Gostaria de saber se isso (o diagnóstico da dentista) procede, ou se devo procurar um outro profissional???

    Agradeço a quem puder responder.

    Abraço.
    ALEX

    • TePe
      Responder

      Olá, Alex. Cada profissional tem seu método de trabalho. Este dentista vem acompanhando o seu caso mais de perto e tem autoridade para dar o diagnóstico. Caso tenha dúvidas quanto a informação dada pelo primeiro profissional, busque a opinião de um segundo.

Leave a Comment