6 consequências da má higiene bucal

 In Público em geral

Cuidar da higiene bucal é mais importante do que muita gente imagina. A saúde dos nossos dentes e tecidos bucais podem refletir não somente no nosso visual, mas também na qualidade da nossa saúde.

Quando não escovamos os dentes corretamente ou ignoramos o uso de fio dental, podemos sofrer várias consequências da má higiene bucal. Que tal conhecer alguns desses problemas no artigo de hoje?

Cáries e canais

Não é segredo para ninguém que a má higiene bucal tem como principal consequência o desenvolvimento de cáries e canais nas nossas estruturas dentárias. Porém, não custa reforçar que o simples ato de escovar os dentes e usar o fio dental diariamente é capaz de reduzir, significativamente, as chances de surgimento dessas lesões na arcada dentária!

Retração da gengiva

Quando os dentes sofrem acúmulo de placas bacterianas, que se desenvolvem com a falta de higienização correta da boca, a gengiva também sofre as consequências desse problema.

Gengivas que têm contato frequente com placas bacterianas podem inflamar com mais facilidade, causando irritação na mucosa que protege essa região da boca. A principal consequência da inflamação não tratada das gengivas é a retração da mucosa, expondo a raiz dos dentes e deixando a região ainda mais sensível e susceptível a doenças e dores frequentes.

Mau hálito

O acúmulo de placas bacterianas nos dentes, na gengiva e na língua, além de irritar e inflamar toda a região bucal, também pode aumentar a produção de odores desagradáveis, que são expelidos por esses micro-organismos instalados na boca que não é higienizada corretamente.

Esses odores são responsáveis pelo desenvolvimento de quadros de mau hálito, que interferem na nossa qualidade de vida, bem-estar e até autoestima.

Queda dos dentes

Você já deve ter percebido que pessoas que têm menos cuidado com a higiene na região bucal sofrem com maiores riscos de queda das estruturas dentárias. Essas quedas são comuns em quadros de inflamação constante da gengiva que, a longo prazo, enfraquecem as estruturas que sustentam os dentes, permitindo que eles se soltem da arcada com maior facilidade.

Por mais que o dente perdido seja substituído por um implante, a qualidade da higiene bucal deve ser garantida para que esse dente artificial também não tenha sua sustentação prejudicada!

Periodontites

As periodontites são todas as doenças relacionadas com a saúde da gengiva e dos tecidos da boca. O acúmulo de placas bacterianas no dente é o maior responsável pelo desenvolvimento desses quadros clínicos que, se não tratados, podem resultar em problemas ainda muito mais graves para a saúde do paciente.

Periodontites graves podem evoluir para complicações como derrames, embolias pulmonares e até perda de visão, por aumentarem os riscos da formação de coágulos na corrente sanguínea. As endocardites também são bastante comuns em pacientes que não cuidam da higiene bucal e permitem a evolução da infecção e inflamação da gengiva.

Câncer e lesões malignas

Qualquer tipo de inflamação e infecção no organismo, quando não tratada, pode desenvolver lesões celulares irreversíveis. Essas lesões influenciam o comportamento maligno de multiplicação das células, desenvolvendo tumores ou lesões cancerígenas.

Essa situação também pode ocorrer na região bucal, especialmente quando não existe cuidado com a higiene da boca e dos dentes.

Apesar de ser um tratamento aparentemente simples e pouco complicado, a higiene bucal é essencial para garantir a saúde do organismo de um paciente como um todo. Evite permitir que as complicações citadas nesse texto atinjam sua qualidade de vida! Visite regularmente um dentista para tirar todas as suas dúvidas e manter sua boca saudável!

Esse texto foi útil para você? Entre em contato com a gente e deixe seu comentário!

Recent Posts
Showing 2 comments

Leave a Comment