6 doenças causadas pela má higiene bucal

 em Gengiva, Público em geral

Desde a infância, aprendemos que bons hábitos de higiene bucal são importantes — as mães não se cansam de repetir para as crianças que elas precisam escovar os dentes todos os dias para ter um sorriso bonito e branquinho. Mas a prática da escovação, aliada a bons hábitos de higiene, tem uma importância muito maior que a estética: a má higiene bucal pode causar várias doenças, algumas delas muito graves. Confira:

Cáries

A primeira coisa que vem à mente quando pensamos em doenças causadas por falta de higiene são as cáries. Elas surgem a partir dos resíduos de alimentos que permanecem em contato com os dentes, atraindo bactérias e causando produção de ácidos que podem destruir as estruturas dos dentes. Apesar de ser um problema mais comum na infância (a Associação Brasileira de Odontologia estima que 60% das crianças têm cárie), pode afetar pessoas de qualquer faixa etária.

Se não for tratada rapidamente, a cárie pode evoluir e causar a morte da polpa do dente, formação de abcessos ou até mesmo infecção. Vale lembrar que a má alimentação (alta ingestão de açúcar) e alguns medicamentos utilizados na gestação (como antibióticos) podem tornar os dentes mais vulneráveis à ação das cáries. Para saber mais sobre as consequências das cáries, leia nosso artigo.

Mau hálito

Também conhecido como halitose, o mau hálito está relacionado à má higiene bucal, à boca seca e à ingestão de determinados alimentos, como molhos picantes. Geralmente esse problema se agrava no período da manhã, por conta da menor produção de saliva durante o período do sono. Esse problema não causa grandes consequências físicas, mas pode abalar profundamente a autoestima e ter impacto nos relacionamentos e até mesmo na vida profissional.

Aftas

Apesar de não existir uma causa específica para o aparecimento de aftas, é sabido que a má higiene bucal pode contribuir para seu surgimento e dificultar a cura. Os ferimentos na mucosa da boca têm coloração branca e avermelhadas ao redor e costumam causar dor e desconforto, especialmente na hora da alimentação. Normalmente, não precisam de tratamento e desaparecem em até duas semanas.

Gengivite

Um problema bucal também muito comum na população brasileira, que pode evoluir para periodontite se não for tratada corretamente. A gengivite surge quando existe acúmulo de placa bacteriana, causando inflamação da gengiva, que pode resultar em vermelhidão, inchaço e sangramentos. Se a placa bacteriana não for removida, ela começa um processo de endurecimento, formando o tártaro, que se adere ao dente e pode destruir progressivamente as estruturas que sustentam os dentes.

Periodontite

A inflamação causada pela evolução da gengivite não tratada é chamada de periodontite, e tem como sintomas sangramento, sensibilidade, mau hálito, retração da gengiva e pode resultar em perda do dente. Vale ressaltar que muitas vezes a doença periodontal não apresenta sintomas, por isso é importante manter consultas regulares no dentista para identificar o problema antes que ele afete a estrutura dentária de forma irreversível. Veja como é feito o tratamento.

Endocardite bacteriana

Um dos problemas mais sérios originados da falta de higiene bucal, a endocardite bacteriana é uma infecção que afeta diretamente o coração, e pode levar à morte. Um simples sangramento na boca pode permitir que bactérias bucais entrem no sistema sanguíneo e atinjam válvulas ou tecidos, causando danos ao revestimento interno do coração. Pacientes portadores ou com predisposição a problemas no coração devem consultar o médico e o dentista regularmente e tomar cuidados extras na higiene diária.

Para saber como evitar essas doenças e ter uma higiene bucal adequada, fique de olho em nosso blog para mais dicas e informações! Deixe seu comentário sobre o assunto!

Publicações recentes
Showing 5 comments
  • ALINE PEREIRA SOBRINHO
    Responder

    eu já tive pericardite, fiquei internada na UTI, quase morri, na época cho que tava com a garganta inflamada, mas sempre tive um dente bem danificado no fundo, esse mesmo dente começou a quebrar e abriu um pouco, nunca fiz um tratamento. Acha que tive por causa dele, porque no meu diagnostico deu pericardite segundo os médicos. Hoje em dia meus dentes do siso começaram a crescer e um está rasgando a minha gengiva que é perto daquele dente meio estragado. Acha que posso ter o risco de ficar doente de novo? Eu vou arrancar mais estou com medo.

    • TePe
      Responder

      Olá, Aline. O seu caso é especifico e deve ser analisado com todo o cuidado. Há a necessidade de uma análise mais precisa. Somente um dentista poderá recomendar o procedimento adequado para sua situação.

  • Sarah
    Responder

    Muito bom , me ajudou bastante no meu trabalho escolar .

    • TePe
      Responder

      Que bom, Sarah. Ficamos felizes ao saber que nossos artigos também ajudam nossos visitantes. 🙂

  • THAYLA FERREIRA
    Responder

    NOSSA VAI ME AJUDAR MUITO NA FEIRA DE CIENCIAS. OBRIGADA !

Deixe um comentário