7 cuidados a se ter com a saúde bucal do seu filho

 In Para seus filhos

A saúde bucal precisa de cuidado constante de todos, inclusive das crianças. No caso delas, a complicação pode estar na falta de hábitos em fazer dessa prática parte importante do dia a dia. Quem pode culpá-los? Com uma agenda cheia de brincadeiras, deveres escolares e planos infalíveis que só a infância nos permite realizar, o papel dos pais é essencial para ajudar os pequenos a não se esquecerem de cuidar de seus sorrisos.

Neste texto, separamos algumas dicas para os pais e mães conseguirem ajudar os filhos na garantia de uma boa saúde bucal.

A chave é sempre a preservação

Os especialistas estão de acordo que, mais do que ter acesso a modernas tecnologias odontológicas, prevenir ainda é o melhor remédio. Então, a escovação pelo menos três vezes por dia – ou sempre após as refeições – é indispensável. Se possível, uma dessas escovações deve ser feita por um adulto e as demais devem ser supervisionadas e orientadas. Afinal, ninguém nasce sabendo como escovar os dentes.

Escova de dentes e muito mais!

A escolha da escova de dentes adequada é muito importante para uma escovação eficiente. Geralmente, para as crianças, a indicação é de escovas com as cerdas macias ou extra macias. Além de escolher a escova, é papel dos pais instruirem os filhos sobre a importância do fio dental e do flúor. O fio dental ajuda na limpeza de regiões entre os dentes que a escova não alcança. Já o flúor, se utilizado na porção correta, fortalece os dentes contra as ameaças.

Ajuda de quem entende do assunto

A cada seis meses, pelo menos, a criança deve ir ao dentista. Cada “pessoinha” tem suas particularidades e é essencial que um profissional acompanhe o desenvolvimento da sua filha ou filho. Assim, ele poderá fazer intervenções quando for necessário e dar orientações sobre demais cuidados, como o uso do flúor (que é parte importante da higiene, mas que deve ser consumido com os devidos cuidados).

Kit de sobrevivência da saúde bucal

Você viu há alguns tópicos que uma das orientações mais importante é que as crianças façam a higiene bucal depois de todas as refeições. Agora, como garantir isso enquanto eles estiverem na escola? Fácil: com conscientização e um kit de sobrevivência, que consiste de escova de dentes, fio dental, creme dental e toalha. Não é preciso muito para que seus filhos façam a parte deles nessa “batalha”.

Existe a hora certa para tudo

O ideal seria se todos praticássemos uma dieta natural, controlada e baseada naquilo que faz bem à nossa saúde e é gostoso. Porém, nós sabemos que a oferta de doces, refrigerantes, chicletes, industrializados e fast food é algo difícil de evitar. Ainda mais quando o público-alvo dessas companhias é o infantil.

Então, firme um acordo com seus pequenos para diminuir o consumo desses alimentos: estabeleça um dia da semana em que as guloseimas estejam liberadas. No restante dos dias, é preciso ser perseverante. Não é só a saúde bucal do seu filho que agradecerá, mas ele também passará longe das estatísticas de obesidade, hipertensão e diabetes infantis.

Nem o bebê da casa escapa

Está chegando a hora de dormir e você prepara aquela mamadeira quentinha para ajudar o bebê a adormecer tranquilo, certo? Pois saiba que não é recomendável deixar que eles durmam se alimentando. Além de aumentar o risco de engasgamento, a alimentação sem higiene deixa resíduos de açúcares presentes no leite (materno ou não) na boca da criança e pode causar cáries já no começo da vida, na primeira dentição.

Então, logo depois que o bebê tomou a mamadeira, o pai ou a mãe deve limpar a gengiva com uma gaze umedecida em água filtrada.

Cuidar da saúde da boca é bom e faz bem

Talvez esta seja a principal dica desta lista. Ajude seu filho a perceber o quanto isso faz bem para ele, a entender que sentir a boca limpa depois da higiene é uma sensação boa e que o dentista é alguém que existe para ajudar e não para se temer.

Lembre-se também de explicar sobre os aborrecimentos e dores que as cáries e outros problemas podem causar. Ah, e dê sempre o exemplo! Incorporar a higiene bucal espontânea no dia a dia das crianças é um dos principais desafios dessa batalha, mas também uma das formas mais eficientes de vencê-la.

O que você achou das dicas de hoje? Tem alguma a acrescentar? Deixe sua participação nos comentários, lembre-se de continuar acompanhando o blog da TePe e de nos seguir nas redes sociais!

kids zoo_post

Recent Posts

Leave a Comment