A maior derrota em mundiais.

 In Público em geral

Perdão aos críticos do futebol, mas estou falando da Copa do Mundo que interessa ? a que compara a qualidade de vida e o desenvolvimento humano. Nessa Copa do Mundo estamos abaixo das quartas de final e a Holanda ganha de nós com um placar bem mais elástico do que os 2×1 de hoje.

Vejam a classificação do nosso Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) e pensem como precisamos lutar por um título bem mais importante do que o da Copa de Futebol de 2010.
Seu cálculo se baseia nos seguintes fatores:

Índice de educação: Para avaliar a dimensão da educação o cálculo do IDH considera dois indicadores. O primeiro, com peso dois, é a taxa de alfabetização de pessoas com 15 anos ou mais de idade ? na maioria dos países, uma criança já concluiu o primeiro ciclo de estudos (no Brasil, o Ensino Fundamental) antes dessa idade. Por isso a medição do analfabetismo se dá, tradicionalmente a partir dos 15 anos. O outro indicador é a taxa de escolarização. Na educação, o Brasil ocupa o número 35 do ranking entre 182 países avaliados.

Longevidade: O item longevidade é avaliado considerando a esperança de vida ao nascer. Esse indicador mostra a quantidade de anos que uma pessoa nascida em uma localidade, em um ano de referência, deve viver. Ocultamente, há uma sintetização das condições de saúde e de salubridade no local, já que a expectativa de vida é fortemente influenciada pelo número de mortes precoces. Na promoção de saúde e qualidade de vida o Brasil é o número 92 – que tragédia!

Renda: A renda é calculada tendo como base o PIB per capita (por pessoa) do país. Como existem diferenças entre o custo de vida de um país para o outro, a renda medida pelo IDH é em dólar PPC (Paridade do Poder de Compra), que elimina essas diferenças. Aqui somos o número 67 de 182 países.

No ranking final: 1º Noruega, 2º Austrália, 3º Islândia, 4º Canadá, 5º Irlanda, 6º Países Baixos (…) 70º Brasil.

Após saber disso,você ainda se preocupa com a perda da Copa, com as lágrimas do Kaká e o descontrole do Felipe Melo? Fique tranquilo, pois todos eles estão sãos e salvos, às vésperas de retornarem para as suas confortáveis moradas nas terras de IDH mais elevado aonde jogam por clubes europeus renomados.

Recent Posts