A moda é ser saudável !!

 In Público em geral

Profissionais de saúde são pessoas. As pessoas se deslumbram com coisas que estimulam as suas sensações, isso é natural. A questão é ter critérios para saber analisar a validade desses estímulos, em fazer “a” diferença na vida das pessoas.

A diferença dos profissionais de saúde, para os “vendedores de tratamentos estéticos” é o critério científico na recomendação dos seus produtos e serviços. É a análise das indicações e contra-indicações daquele tratamento, baseado nas evidências científicas que o sustentam e não, pura e simplesmente, só no marketing ou apelo comercial.

Como paralelo, vale lembrar do Salão do Automóvel de São Paulo, de 2010. Na ocasião a BMW apresentou mais de 8 carros novos, da sua concorrida linha de veículos, TODOS BRANCOS.

Isso foi absolutamente surpreendente para o mercado – especialmente o paulistano – uma vez que essa cor ficou convencionada como a dos táxis e de alguns outros utilitários – de uso profissional – entre outras, na maior cidade do Brasil.

E não é que a BMW impressionou e fez escola? Alguns meses depois, a maioria das suas concorrentes, seguindo a aceitação, optou por um caminho similar. Carrões brancos que, até ali, mereciam excelentes descontos pelo apelo utilitário, passaram a ser vendidos por um preço acima do valor de mercado.

As “jóias brancas” – que fundamentalmente oferecem o mesmo que carros pretos, cinzas e outros dos mesmos modelos, viraram as “bolas da vez”…

O espírito crítico nos faz avaliar: – que diferença técnica faz a cor, certo?

Não que o branco não chame a atenção pela beleza e a diferença do que estava em pauta. Mas esse não é, e não pode ser, o único critério de decisão. Especialmente se nos deparamos com uma situação mais importante do que a da escolha de um veículo – como a decisão por um tratamento de saúde.

O espírito crítico e a ciência levam os profissionais de saúde a prescreverem e descreverem os tratamentos estéticos, como complementares a promoção de saúde e recomendados aos casos em que pré-exista base para a saúde.

O espírito crítico deveria nos fazer avaliar se as lâminas cerâmicas, as linhas de higiene bucal e os clareadores dentários valem o que custam, pela qualidade ofertada ao caso e não pelo mero designer dos seus produtos, certo?

É por isso que precisamos nos atualizar e conhecer os meandros desse mundo, até mais do que os lojistas das concessionárias dos carrões brancos, sem nenhum menosprezo a importância dos especialistas daquele segmento…

A mensagem é que o profissional de saúde não vende a máquina do sonho, mas ajuda a promover a tão sonhada saúde!

Recent Posts