Bruxismo: existe tratamento?

 em Público em geral

Quem acorda com dores na mandíbula, desconforto ou até mesmo dor de cabeça pode estar sofrendo de um mal muito comum, o bruxismo. Esse é um tipo de desordem funcional que se manifesta normalmente enquanto a pessoa está dormindo, mas também pode acontecer durante o dia.

Este problema se caracteriza pelo apertar ou pelo ranger dos dentes e, em alguns casos mais extremos, o barulho do ranger dos dentes pode até acordar a pessoa. A boa notícia é que o bruxismo tem tratamento! Neste artigo, apresentamos os principais sintomas, fatores de risco e tratamentos para o bruxismo. Confira:

O que causa bruxismo?

Não há um consenso na área de saúde sobre o todas as causas que levam uma pessoa a desenvolver o bruxismo, que é uma contração anormal da musculatura que pode surgir a qualquer momento da vida. Porém, há algumas situações que são comumente associadas a esse distúrbio.

Entre as causas físicas, o bruxismo é frequentemente associado à má oclusão, que é o alinhamento anormal dos dentes superiores e inferiores, pode ser uma resposta à dor de ouvido ou dores de dente, pode estar associado ao refluxo estomacal ou problemas de sono, como a apnéia, e pode ser, ainda, a complicação de uma doença como Parkinson ou Huntington.

Causas psicológicas

Além dos problemas físicos que podem desencadear o bruxismo, o aparecimento desse distúrbio pode ser uma resposta a fatores psicológicos, como a sensação de ansiedade, raiva, estresse, frustração e tensão.

Pessoas com personalidade competitiva, agressiva ou hiperativa também estão mais propensas a desenvolver o distúrbio. Há, ainda, fatores externos como o consumo de substâncias estimulantes, a exemplo do cigarro, bebidas alcoólicas, excesso de cafeína e drogas.

Sintomas

Na maioria dos casos, a pessoa demora alguns meses para descobrir o bruxismo. Com exceção dos distúrbios mais intensos — quando o ranger dos dentes chega até a acordar a pessoa —, o bruxismo é um problema inicialmente silencioso.

Os sintomas mais comuns do bruxismo são a dor de dente e dores na mandíbula, na face, na cabeça e até no ouvido. Com o tempo, há também o desgaste dos dentes e do esmalte. Quem costuma perceber o problema primeiro é o cônjuge, já que o ranger dos dentes faz barulho.

Tratamento

Ao perceber um ou mais sintomas recorrentes, é necessário procurar um dentista. O tratamento pode ser apenas ortodôntico ou multidisciplinar. A técnica mais utilizada para tratar o bruxismo é o uso de placas oclusais, que são placas modeladas para proteger os dentes do bruxismo e para evitar danos estruturais na boca.

O tipo mais utilizado é a placa de acrílico, que é mais dura. O tratamento requer visitas periódicas ao dentista, tanto para controlar o desgaste da placa como para acompanhar eventuais mudanças na mordida. Em muitos casos, também são receitados analgésicos, relaxantes musculares e anti-inflamatórios.

Em algumas ocasiões, o tratamento pode ser multidisciplinar e envolver fisioterapeutas, fonoaudiólogos e até psicólogos ou psiquiatras, sobretudo em caso de suspeita de causa emocional.

Agora você conhece os principais sinais do bruxismo e já sabe como se prevenir e tratar esse distúrbio! Não deixe de assinar a nossa newsletter para acompanhar outras informações sobre higiene e saúde bucal!

Publicações recentes

Deixe um comentário