Câncer de boca: conheça os motivos e como prevenir

 em Profissionais da saúde, Público em geral

É difícil imaginar que, durante a sua consulta periódica ao dentista, o profissional realiza também um exame preventivo para diagnosticar algum tipo de câncer. Contudo, a verdade é que a nossa saúde começa pela boca. Segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca), o câncer de boca, ou oral, é o oitavo tipo mais comum no país.

Sendo um tipo de câncer de cabeça e pescoço, ele afeta a região da boca – incluindo a língua, lábios, gengivas e bochechas. Um médico especialista também pode verificar o ouvido, nariz e garganta para obter um diagnóstico completo.

Antigamente, a população de risco para o câncer oral era composta de homens que faziam abuso de álcool e cigarro. Infelizmente, essa realidade vem mudando para as mulheres também: elas estão presentes nos grupos de riscos, possivelmente devido ao HPV (papilomavírus humano), transmitido durante as relações sexuais.

Fique de olho nos sintomas

Por ser um câncer silencioso, a maioria dos pacientes não apresenta sintomas detectáveis durante os primeiros estágios. Por isso, devemos realizar visitas regulares ao médico ou dentista.

Os sintomas mais frequentes são: lesões na cavidade oral, geralmente avermelhadas ou esbranquiçadas, que não desaparecem; inchaços na boca que persistem por mais de três semanas; dor ao engolir, na língua, no pescoço e na mandíbula; perda dentária sem nenhuma razão aparente e garganta inflamada, com uma sensação de algo está preso.

Se você reconhece algum dos sintomas citados, procure um profissional para realizar os exames necessários.

Prevenir é melhor do que remediar

É importante ressaltar que pesquisas recentes apontam o fato de que a falta de higiene dental e uso excessivo de antisséptico que contém álcool contribuem para a incidência da doença. Isso mesmo: se você substitui uma boa escovação pelo enxaguante bucal ou o utiliza em excesso para mascarar o cheiro do cigarro, então também está propenso a desenvolver a doença.

Assim como você marca com antecedência as suas consultas ao médico, o ideal para a prevenção do câncer de boca é também realizar visitas periódicas ao dentista e solicitar um check-up. A boa notícia é que o câncer oral é um dos tipos mais fáceis de serem prevenidos. A seguir, confira as melhores formas de evitá-lo:

  • Mantenha uma boa higiene bucal e realize visitas ao dentista regularmente – é importante ter uma boca saudável;
  • Não fume. O tabaco contribui para efeitos cancerígenos;
  • Beba com moderação e evite a combinação de cigarro e álcool;
  • Evite muita exposição ao sol – ele pode aumentar o risco de câncer nos lábios, principalmente os inferiores;
  • Fique ciente do perigo do HPV.

Muitas vezes não podemos evitar o aparecimento de certas doenças, mas ter um estilo de vida saudável ajuda o nosso sistema imunológico e contribui para a prevenção de todos os tipos de câncer. É importante também conhecer os fatores de risco e tomar medidas para controlá-los.

E você, já marcou a sua consulta ao dentista este mês? Ficou alguma dúvida sobre o câncer oral? Para mais informações sobre a saúde da sua boca, continue no blog da TePe!

Publicações recentes

Deixe um comentário