Como cuidar da saúde bucal de pacientes com câncer?

 In Oncologia

Pacientes oncológicos precisam de cuidados especiais com a saúde bucal. Saiba nesse post quais são as principais causas e quais os melhores procedimentos a serem feitos. Confira.

saúde bucal é sempre um assunto que merece muita atenção. Entretanto, ela é ainda mais importante quando falamos de pacientes com câncer, que requerem cuidados especiais para manter sua qualidade de vida e bem-estar.

Pensando nisso, preparamos o post de hoje para ajudar você a oferecer o melhor cuidado odontológico possível para os pacientes oncológicos. Quer ficar por dentro do assunto? Então, continue a leitura!

As complicações odontológicas comuns a pacientes com câncer

Tratamentos oncológicos agressivos, como a quimioterapia, e a própria doença fazem com que o paciente com câncer precise de cuidados especiais quanto a sua saúde bucal. Portanto, você precisa entender essas necessidades, pois elas podem resultar em complicações odontológicas que, então, caberá a você tratar. Acompanhe:

Sangramento bucal

Pode ocorrer com frequência e até mesmo espontaneamente, devido à baixa produção de plaquetas.

Xerostomia

Trata-se da boca excessivamente seca, que acontece porque o tratamento oncológico causa alterações nas glândulas salivares.

Cáries

Devido à baixa produção de saliva e à possível negligência da saúde bucal em meio a todo o processo oncológico, muitos pacientes com câncer desenvolvem cáries.

Mucosite oral

Ao passar pela quimioterapia e/ou pela radioterapia, o paciente pode sofrer com a dor e o desconforto das feridas na cavidade oral, que também aumentam suas chances de contrair bactérias.

Infecções

Pacientes oncológicos têm uma imunidade mais baixa, o que os deixa suscetíveis a infecções bucais.

As melhores práticas para atender os pacientes com câncer

Para atender seu paciente com todo o cuidado e responsabilidade de que ele precisa, fique de olhos nas práticas que apresentaremos a seguir:

Invista na laserterapia

A agressividade da quimioterapia e da radioterapia frequentemente resultam no surgimento de úlceras, edemas, hemorragias e inflamações na boca do paciente. Desconfortáveis e doloridas, elas atrapalham até mesmo a boa alimentação, algo que não pode ser negligenciado pelos pacientes com câncer.

Essas feridas podem ser eliminadas com o uso de laser, prática conhecida como laserterapia. Além de melhorar a qualidade de vida do paciente e de permitir que ele volte a se alimentar normalmente, o tratamento também aumenta a salivação e aprimora o paladar, que é bastante prejudicado pelos tratamentos oncológicos.

Recomende o uso de escovas macias

As gengivas e toda a cavidade oral dos pacientes com câncer fica bem mais sensível, especialmente devido aos tratamentos. Sendo assim, é interessante que você recomende a eles o uso de escovas macias, que poderão proporcionar uma limpeza adequada sem agredir e machucar.

Interrompa o uso de aparelhos ortodônticos

O uso de aparelhos ortodônticos é extremamente agressivo para os pacientes com câncer, podendo resultar em sangramentos e até mesmo em infecções.

Não comece um tratamento ortodôntico com pacientes desse grupo. Se eles já tiverem o aparelho, seu uso deve ser suspenso durante todo o processo oncológico, podendo ser retomado normalmente apenas depois de dois anos de remissão.

Saiba fazer o diagnóstico precoce do câncer de boca

Como deu para perceber até agora, a odontologia tem grande importância para a oncologia. Nessa parceria, uma de suas responsabilidades é saber diagnosticar precocemente o câncer de boca. Assim, você garante melhores chances para seu paciente.

Se você detectar lesões suspeitas na boca do paciente, oriente-o a fazer os devidos exames — feridas que não cicatrizam há mais de 15 dias podem ser resultado de um câncer. Pacientes que fumam ou bebem muito frequentemente devem ter cuidado redobrado!

Respeite a imunidade baixa do paciente

Devido à imunidade comprometida do paciente oncológico, procedimentos agressivos ou invasivos (como o já mencionado uso do aparelho ortodôntico) não podem ser realizados enquanto ele estiver sendo tratado contra o câncer. Dessa forma, implantes e cirurgias de extração dentária, por exemplo, não são recomendados.

Gostou da leitura? Então, compartilhe este post nas suas redes sociais e espalhe essas importantes informações sobre a saúde bucal de pacientes com câncer!

Recent Posts

Leave a Comment