Como escolher a melhor escova interdental para você?

 In Dia-a-dia, Interdentais, Público em geral, Veja como usar

Existem diversas escovas interdentais com formas e tamanhos diferentes. Saiba como escolher a interdental ideal pra você. 

Ao contrário do que muita gente imagina, a escova interdental não é um equipamento exclusivo para quem usa aparelhos ou próteses. Elas são recomendadas para qualquer pessoa, pois podem alcançar os pontos mais escondidos entre os dentes e outras áreas de difícil acesso.

escova interdental não substitui o fio dental: ela é um complemento para a higiene bucal. Quando utilizada, consegue aprimorar os resultados da limpeza e remover restos de comida que não são alcançados pela escovação normal.

Neste artigo, vamos explicar melhor como funciona a escova interdental e como escolher a melhor para suas necessidades. Confira!

Como escolher a melhor escova interdental?

As escovas interdentais estão disponíveis em diversos formatos e tamanhos diferentes. A razão para isso é que cada pessoa terá necessidades de escovação distintas, que vão variar de acordo com o formato da arcada dentária e a presença ou não de implantes e aparelho ortodôntico.

O primeiro passo para quem pretende começar a utilizar uma é conversar com um dentista de confiança: ele poderá passar as orientações de tamanho, diâmetro, formato e maciez mais indicadas para as necessidades de cada pessoa.

As escovas podem ser cônicas ou cilíndricas e com diâmetros que vão de 0,4 mm até 1,3 mm. A anatomia da arcada dentária de cada pessoa precisa ser analisada para descobrir qual o tamanho mais adequado para ela.

Em relação à maciez, é sempre recomendado que sejam utilizadas cerdas macias, mas algumas pessoas podem se sentir ainda mais confortáveis com as escovas interdentais extra macias.

E, por fim, se o objetivo for a limpeza de próteses e aparelhos, existem opções de empunhaduras e formatos que vão auxiliar nessas tarefas.

Para escolher a melhor escova interdental, converse com o seu dentista e peça recomendações. Se sentir um desconforto ou ineficiência com a primeira opção, tente ajustar o tamanho para uma alternativa mais confortável.

Como usar a escova interdental?

Uma boa limpeza é essencial para quem quer evitar cáries e a periodontite, que é uma doença que afeta as gengivas e pode causar até a perda dos dentes. E a escova interdental é uma aliada desse procedimento.

A limpeza com a escova interdental pode acontecer antes ou depois da escovação, mas a recomendação é que seja feita no fim do dia, antes de dormir.

Para começar a higienização, a escova interdental precisa ser inserida no ponto em que começa o espaçamento entre os dentes, a chamada amêia vestibular. É natural uma pequena resistência nesse momento, especialmente se for a primeira vez que ela for utilizada.

A escova interdental deve ser inserida em um ângulo de 90 graus em relação ao eixo dos dentes, é preciso levá-la até o fundo, com suavidade. Movimentos bruscos podem ferir as gengivas. Em seguida, basta remover a escova, também com delicadeza, para não machucar nada.

No caso de próteses e aparelhos ortodônticos, as escovas interdentais precisam ser utilizadas para chegar nos espaços que nem o fio dental e nem a escovação normal chega. A dica é aprender a melhor técnica com o seu dentista, que vai ensinar como fazer a higienização correta da boca.

É possível que a gengiva sangre nas primeiras vezes que a escova interdental é inserida. Isso não significa que ela está machucando o local: na verdade, o sangramento pode ser causado por uma inflamação na gengiva, justamente porque a região não está sendo corretamente higienizada.

Gostou de saber sobre a escova interdental? Para entender melhor sobre sangramento gengival, não deixe de ler o nosso artigo sobre o tema!

Recent Posts

Leave a Comment