Como funciona a anestesia sem agulha?

 em Dia-a-dia, Gengiva, Público em geral

Os tratamentos odontológicos evoluíram muito nas últimas décadas, porém a temida anestesia continua sendo, desde sua criação, um dos maiores motivos para o medo de dentista que acomete crianças, adolescentes e adultos.

Indispensável em procedimentos simples como uma restauração e complexos como extrações e tratamento de canal, a anestesia consiste na aplicação de uma substância capaz de tirar a sensibilidade dos dentes e gengiva, evitando que o paciente sinta dor.

A única maneira de aplicar o anestésico, até pouco tempo atrás, era por meio de pomadas (com eficácia reduzida e superficial) ou com o auxílio da agulha. Porém, atualmente, é possível utilizar uma nova forma de prevenção da dor: a anestesia sem agulha.

Segura e eficaz, ela é oferecida em diversos consultórios e clínicas odontológicas com inúmeras vantagens para os pacientes. Quer saber mais sobre essa novidade? Confira!

Anestesia: indispensável para evitar a dor

A anestesia tradicional, aplicada com auxílio da seringa, tem sido usada desde 1853 na preparação para diversos tratamentos odontológicos em todo o mundo. Com os cuidados necessários observados pelo dentista, ela é segura e contribui para o conforto do paciente durante os procedimentos. Contudo, é importante observar que a anestesia tradicional normalmente é associada a alguns problemas:

  • medo, ansiedade e resistência do paciente;
  • risco de danos aos tecidos e nervos;
  • risco de arritmia cardíaca;
  • dormência prolongada.

Não há como negar que a maior dificuldade encontrada por dentistas ao administrar a anestesia convencional é o medo do paciente. E se engana quem pensa que apenas crianças torciam pela invenção da anestesia sem agulha — adolescentes, adultos e idosos não estão livres do receio das temidas agulhas na hora de encarar um tratamento odontológico.

Anestesia sem agulha: uma alternativa indolor

Para ajudar os pacientes que possuem medo de dentista ou de agulhas, ansiosos ou com restrições à anestesia convencional, a anestesia sem agulha é uma opção extremamente eficaz e segura.

A substância anestésica é injetada na pele por pressão, sem o uso de agulhas, em um micro orifício de 0,17mm (para fins de comparação, a anestesia tradicional utiliza um orifício de 0,39mm). O jato do anestésico é pulverizado de forma uniforme no tecido, dispersando a substância na região e evitando danos aos vasos sanguíneos e fibras.

A anestesia sem agulha pode ser utilizada em pessoas de qualquer idade, mas é especialmente indicada para crianças e pacientes com fobia ou medo de dentista, reduzindo o estresse associado ao tratamento.

Benefícios da anestesia sem agulha

A anestesia sem agulha possui diversos benefícios em comparação com o procedimento convencional, com agulha, além de ser um procedimento praticamente indolor, as vantagens são:

  • a difusão e absorção do anestésico é mais rápida;
  • o bloqueio da dor é mais eficiente;
  • a dormência do tecido tem duração menor, sendo especialmente indicada para procedimentos mais rápidos;
  • a dose de anestésico utilizada é menor, oferecendo o efeito desejado com mais segurança;
  • a técnica é minimamente invasiva, com tecnologia aprovada pela Anvisa;
  • previne complicações do uso incorreto da anestesia com agulha (como infecções bacterianas).

A anestesia sem agulhas já está disponível para uso em tratamentos odontológicos em todo o país, porém sua utilização depende da avaliação do dentista responsável e de exames clínicos ou radiológicos associados ao tratamento.

Você gostou dessa novidade que pode diminuir o estresse na hora de sentar na cadeira do dentista? Compartilhe nosso post nas redes sociais e continue acompanhando nosso blog!

Publicações recentes

Deixe um comentário