Como mastigar corretamente ajuda a amenizar a boca seca?

 em Boca seca

A mastigação é, muitas vezes, um ato que não desperta maiores atenções, porém a forma como mastigamos diz muito sobre nossa saúde bucal e de todo o corpo. Mas, como mastigar corretamente?

Mastigar devagar e várias vezes são hábitos saudáveis que devem ser exercitados e preservados.  Além de permitir que os alimentos sejam prazerosamente saboreados, uma boa mastigação ajuda ainda na produção de saliva que atua positivamente na digestão do alimento e ajuda a amenizar sensação de boca seca. Isso acontece pois, a mastigação correta garante que a saliva esteja sempre renovada, evitando assim, maus odores causados pela sua diminuição. A redução da saliva gera, como consequência, a descamação da mucosa que, por sua vez, propicia atividade bacteriana bucal, resultando, então, no mau hálito.

Mas não é só na saúde bucal que a mastigação auxilia. Ela também é de extrema importância para o processo digestório: quanto menor o número de mastigações, mais devagar o intestino tende a trabalhar, prejudicando, assim, a absorção de nutrientes.

É justamente na boca que se tem início o ciclo digestório, e a mastigação é a primeira etapa deste processo. A partir dela se dá a trituração da comida em partes menores e a saliva tem, então papel, fundamental ajudando na umidificação do alimento e na produção do bolo alimentar.

A mastigação é feita em etapas

Pode não parecer, mas o processo mastigatório é composto por 3 fases. São elas:

  • Incisão: é nessa fase que os alimentos são cortados. Nessa etapa há grande produção de saliva e a língua recebe o alimento e o empurra para que aja a próxima fase. Dura, em média 5% a 10% do tempo de mastigação.
  • Trituração: como o próprio nome diz, é a etapa em que os alimentos são reduzidos a pedaços menores. Aqui a salivação ajuda na composição do bolo alimentar. Essa é a etapa mais longa no processo de mastigação, dura cerca de 65% a 70% do tempo.
  • Pulverização do bolo alimentar: os alimentos aqui são reduzidos a partes ainda menores, durando cerca de 25% a 30% do ciclo mastigatório.

Observar cada etapa do processo ao mastigar, garante que não pulemos nenhuma das fases, permitindo assim, que todo o ciclo seja concluído de maneira a propiciar a saúde bucal, amenizar a sensação de boca seca e auxiliar para uma digestão completa.

Como mastigar corretamente?

Devido ao ritmo agitado da vida contemporânea, existe ainda muita dificuldade para exercitar uma mastigação correta. Poucas pessoas sabem, mas existem maneiras corretas de se mastigar os alimentos.

Recomenda-se, dependendo da consistência – sólido, líquido ou pastoso, que se mastigue o alimento, no mínimo, 30 vezes. Por isso é tão importante que o momento da refeição seja de tranquilidade. Além disso, recomenda-se que o processo mastigatório seja bilateral, isso quer dizer, distribuído homogeneamente entre os lados direto e esquerdo da boca. Uma boa dica para evitar que a mastigação não seja concluída é inserir uma quantidade menor de alimentos a cada garfada, isso propiciará mais conforto ao mastigar.

Uma mastigação incorreta pode ocasionar problemas tanto de ordem periodontal, quanto de respiração e na própria articulação, causando, inclusive, dores de cabeça. Faça o exercício diário de observar sua mastigação, policie-se caso perceba que está mastigando de boca aberta ou rápido demais a ponto de não conseguir percorrer as 3 etapas da mastigação. E, caso note problemas relacionados à mastigação incorreta, não deixe de procurar ajuda médica.

E você, mastiga da maneira correta? Tem problemas de boca seca? Não deixe de contar para a gente aqui nos comentários!

gel_post

Publicações recentes

Deixe um comentário