Como saber se você precisa retirar os dentes do siso

 In Público em geral

Você já ouviu falar dos dentes do siso? Eles são popularmente chamados de “dentes do juízo”, pois costumam aparecer na nossa arcada dentária durante o final da adolescência ou já na idade adulta. Eles são sempre motivo de muitas dúvidas para os pacientes, já que muitos dentistas optam pela sua extração antes mesmo de algum deles nascer.

Sabe por que eles são um dos alvos favoritos dos cirurgiões-dentistas? Como saber se realmente precisa retirá-los? No artigo de hoje, vamos esclarecer os principais questionamentos sobre retirar os dentes do siso. Confira!

Por que retiramos os dentes do siso?

A primeira pergunta que deve ter surgido na sua cabeça após ler a nossa introdução sobre esse tema foi: por que nós precisamos remover os sisos da nossa arcada?

Muitos profissionais acreditam que a presença desses dentes na boca pode representar muito mais problemas do que benefícios para a pessoa que opta em ficar com eles.

Os sisos são dentes de difícil higienização e, em algumas situações, podem comprometer a qualidade da saúde bucal e do arranjo da arcada dentária após o seu nascimento, pois são dentes maiores que, muitas vezes, nascem empurrando o molar, provocando dores e inflamação.

Para evitar esses e outros problemas mais graves, muitos dentistas optam por removê-los rapidamente da boca de seus pacientes, evitando infecções e cáries.

Existe idade ideal para remover esses dentes?

É comum ocorrer o nascimento dos dentes do siso durante a adolescência, mas não existe uma idade ideal para remoção dessas estruturas. Muitas pessoas optam por realizar a cirurgia somente quando é detectado algum problema durante o nascimento do dente do siso, como inflamações constantes, dores de cabeça ou comprometimento da estrutura da arcada.

Especialistas acreditam que, apesar de aguardar os sintomas tradicionais do nascimento desse dente, o ideal é realizar a remoção do siso na faixa etária que varia entre os 15 ou 18 anos, preferencialmente antes de ele irromper, para prevenir possíveis complicações na região bucal.

Quais são sinais comuns de que o siso está atrapalhando?

Você gostaria de saber se o seu siso precisa ser removido ou não? Alguns sinais clínicos podem ajudar a indicar que algo está errado no nascimento desse dente e ele precisa ser extraído:

  • constante inflamação na região anterior da gengiva;
  • dificuldade para mastigar (no caso dos sisos que já provocaram inflamação);
  • dores de cabeça frequentes;
  • dores de ouvido;
  • dificuldade de higienização do local;
  • surgimento de dentes tortos na arcada;
  • presença de cáries nos dentes da região.

Ao sinalizar esses sintomas, o profissional consegue fazer um acompanhamento mais completo, por meio de radiografias e outros exames na região, identificando a necessidade de retirar essas estruturas.

Os sisos que não são retirados podem, em longo prazo, prejudicar a saúde bucal e desenvolver infecções locais, cistos e problemas estruturais na arcada dentária. Ou seja, quanto mais a pessoa postergar a sua retirada, mais incômodos sentirá.

Existem pessoas que não tem os dentes do siso?

Se você visitou o dentista recentemente e descobriu que não tem sinal do nascimento dos sisos na sua arcada dentária, não se preocupe: essa é uma situação que tem se tornado cada vez mais comum nos consultórios odontológicos.

Com a constante evolução da raça humana, muitas pessoas já nascem sem esses dentes, já que a ausência dessas estruturas não resulta em danos funcionais ou estéticos para o organismo humano.

Há casos em que pode nascer somente um, dois, três ou até os quatro dentes do siso e, nessas situações, o ideal é que eles sejam removidos, caso eles nasçam oclusos, principalmente quando a arcada é pequena.

A cirurgia de remoção é dolorida?

A cirurgia para remoção dos dentes do siso é um dos tratamentos clínicos mais temidos pelos pacientes que precisam passar por esse procedimento odontológico. Entretanto, graças ao avanço das técnicas, da qualidade dos anestésicos e do nível de estudo dos cirurgiões-dentistas, os procedimentos de remoção têm se tornado cada vez mais simples e com baixíssimo risco de complicação no período pós-cirúrgico.

Por esse motivo, muitos profissionais têm orientado os seus pacientes a retirar os dentes do siso antes mesmo de identificar qualquer tipo de problema na saúde bucal. Se você teme a cirurgia para tirar os dentes do siso, não se preocupe! Se trata de um procedimento simples e descomplicado, especialmente quando feito no período certo.

No caso de dentes já erupcionados ou oclusos que inflamaram, a cirurgia pode ser um pouco mais dolorida. Porém, com os medicamentos corretos e um pouco de repouso, até os casos mais complicados conseguem se resolver com facilidade.

Vale ressaltar que a escolha de um profissional de qualidade faz toda a diferença no resultado final. Um dentista mal preparado pode fazer o procedimento sem os cuidados necessários e piorar a situação. Portanto, procure profissionais de qualidade e evite que um problema simples se torne uma grande dor de cabeça.

Alguns cuidados essenciais após retirar os dentes do siso

Extrair esse dente para muitos é uma sensação de grande alívio, principalmente se ele já estava incomodando muito e dolorido. Mas, como toda cirurgia, exige cuidados especiais. Por isso, é importante seguir todas as recomendações do cirurgião-dentista.

Veja alguns cuidados para que o pós-operatório seja mais tranquilo e permita uma recuperação mais rápida. Veja:

Use gelo

O primeiro dia após a extração é o mais complicado. Compressas de gelo são uma boa pedida para aliviar o inchaço e a dor no local. A pessoa pode fazer uma a cada meia hora. Já no segundo dia, a compressa morna dá mais conforto. Faça-a com uma toalha úmida por cerca de 10 minutos e repita de acordo com a necessidade.

Fique de olho na comida

Quem retira os sisos, normalmente, sente muita dificuldade para mastigar. O próprio profissional indica que se coma alimentos mais frios, líquidos ou levemente pastosos nos primeiros dias. É recomendável evitar alimentos quentes, pois eles podem prejudicar a cicatrização no local.

higiene bucal não pode ser deixada de lado durante a fase de recuperação. É preciso fazê-la com cuidado, do jeito que o próprio profissional orienta. Assim, você evita que os alimentos se depositem nos sulcos dos dentes e no ponto da cirurgia.

Use a medicação corretamente

Para o período pós-cirurgia, o dentista prescreve medicamentos com o objetivo de evitar que o local da extração fique infeccionado e também para aliviar as dores. No entanto, use da forma como foram indicados. Deixar de tomar ou aumentar a dose por conta própria é um perigo.

Se a pessoa notar que, mesmo tomando os remédios corretamente a dor e inflamação não cessam, deve-se voltar ao consultório e conversar com o profissional.

Evite fumar

Após a retirada do dente, o indivíduo está com uma ferida em fase de cicatrização, sujeita a infecções e inflamações. A alta toxicidade do cigarro penetra na mucosa bucal elevando bastante esses riscos. Portanto, se você quer se recuperar bem da cirurgia, não fume durante a recuperação.

Evite o uso de bebidas alcoólicas

O seu dentista de confiança certamente indicou algum antibiótico após a cirurgia, correto? Então nada de misturar com bebida alcoólica. Isso pode retardar a sua recuperação e deixá-lo mais sujeito a reações colaterais indesejáveis, devido à mistura dessas duas substâncias.

Uma semana após retirar os dentes do siso, é importante que você retorne ao dentista, ainda que os pontos saiam sozinhos. O retorno é necessário para que se faça uma avaliação de seu estado e conferir se o processo de cicatrização ocorreu sem maiores complicações.

Você já precisou retirar os dentes do siso? Conhecia os problemas bucais que podem ser desenvolvidos após o nascimento desses dentes? Deixe o seu comentário sobre esse assunto e tire todas as suas dúvidas!

Recent Posts
Showing 3 comments
  • Jeniffer Reis santos
    Responder

    Olá, eu tenho muita dor e peço para que minha mãe marca uma consulta com o dentista para saber se devo retirar só que ela disse que não precisa e que o siso é normal e não preciso fazer nada. O que digo a ela?E o que ela diz é verdade ou devo precisar um dentista?

    • TePe
      Responder

      Oi, Jeniffer. O dente siso pode nascer de forma errada e se não avaliado por um dentista pode trazer problemas. Para uma informação específica do seu caso busque uma avaliação feita por um dentista.

  • SANDRA HELENA BONDAROVKSY
    Responder

    Obrigada pelos esclarecimentos.
    Valeu!

Leave a Comment