Conheça as fases da troca de dentes infantil

 em Para seus filhos

Você sabia que há um ciclo natural para que seu filho troque os dentes de leite pelos permanentes? As famosas janelinhas têm data certa para aparecerem e é muito importante ficar atenta a essa transição para perceber precocemente se a criança pode ter algum problema na substituição dos dentes que comprometa sua saúde bucal.

Neste post, você confere quais são as fases da troca de dentes infantil e a importância da substituição adequada dos dentes de leite pelos permanentes.

Os dentes de leite são usados até os seis anos

Os primeiros dentes de leite, também conhecidos como decíduos, costumam aparecer por volta dos seis meses de vida. Entre 24 e 30 meses, a criança terá os 20 dentes de leite, metade na arcada superior e metade na arcada inferior.

Esses dentes serão utilizados até os seis anos, quando começa a fase de troca dos decíduos pelos permanentes. Além dos 20 dentes de leite a serem substituídos, a criança ganhará, até o fim da adolescência, outros 12 dentes — contando os quatro dentes sisos, que costumam nascer por volta dos 18 anos.

Os dentes de leite são importantes para a mastigação

Os dentes de leite têm uma função muito importante para o desenvolvimento da mastigação da criança e também para o correto posicionamento dos dentes permanentes. Você vai perceber que o nascimento deles coincide com o amadurecimento alimentar do seu filho.

Por isso, é importante fazer a introdução de alimentos pastosos já com alguns pedaços, evitando o uso de liquidificar e preferindo amassar as primeiras papinhas, para estimular a mastigação do bebê desde cedo. Até os três anos a criança já deve ser capaz de mastigar toda forma de alimento, dos mais moles aos mais duros.

A mastigação ajuda no desenvolvimento dos maxilares e da musculatura facial, além de massagear a gengiva e promover uma autolimpeza dos dentes.

Como acontece a troca de dentes

Quando a criança completa a fase de nascimento dos dentes de leite, inicia-se um processo natural de reabsorção das raízes desses dentes. É esse processo fisiológico que faz com que o dente de leite perca suas estruturas de sustentação, passando ainda por um processo de esfoliação que resultará na substituição gradativa dos dentes de leite pelos dentes permanentes.

As duas fases da troca de dentes

Algumas crianças começam a troca de dentes um pouco mais cedo ou mais tarde, dependendo do desenvolvimento. Geralmente, a primeira troca de dentes começa por volta dos seis anos, com a substituição dos quatro dentes da frente da parte inferior da boca (os incisivos centrais e laterais inferiores) seguidos dos quatro dentes da frente da arcada superior (os incisivos centrais e laterais superiores).

Esses dentes nascem com um serrilhado na borda, que são os três pontos de desenvolvimento do esmalte do dente. Esse serrilhado tende a desaparecer à medida que o esmalte é naturalmente desgastado com a mastigação.

A segunda troca de dentes deve acontecer entre os nove e os doze anos, quando são substituídos os caninos e molares de leite pelos permanentes, tanto os inferiores quanto os superiores.

Os fatores que atrasam ou adiantam a troca de dentes

Condições ambientais, genéticas, de etnia, disfunções endócrinas e nutricionais, além de doenças sistêmicas, podem atrasar ou adiantar a erupção dos dentes permanentes. Traumas e quedas também podem comprometer a troca adequada dos dentes.

Quando é necessária a intervenção do dentista

O ideal é que a queda do dente de leite e sua substituição pelo permanente aconteçam naturalmente. Mas somente o dentista poderá avaliar se o atraso ou adiantamento dessa troca pode indicar a necessidade de alguma intervenção, como a extração do dente de leite, para evitar prejuízos aos dentes permanentes.

O profissional pode solicitar exames de raios-X para verificar se a criança tem todos os dentes permanentes para a troca ou se há alguma falha na formação da dentição. Será avaliado, ainda, se há outros problemas que comprometam a descida dos dentes permanentes, como, por exemplo, se eles estão na posição adequada e se têm a estrutura necessária para substituir o dente decíduo.

Agora que você já conhece as fases da troca de dentes infantil, leia também nosso artigo sobre dentição de leite: 5 dicas para cuidar dos primeiros dentes do seu filho!

Publicações recentes
Showing 2 comments
  • Edirlaine
    Responder

    Boa noite,meu filho tem cinco anos e ja trocou os dois primeiros dentes de leite,e esta nascendo quatro molares ele sente muita dor de cabeça isso é normal?

    • TePe
      Responder

      Olá Edirlaine. Se o problema persistir, vale levar o seu filho a um dentista, para que ele possa analisar melhor o caso.

Deixe um comentário