Conheça as principais doenças nas gengivas e veja como tratá-las!

 em Gengiva, Público em geral

Você costuma sentir um gosto ruim constante na boca? Sente sua gengiva inchada ou vermelha? Ela costuma sangrar com facilidade, principalmente na hora da escovação? Se você respondeu “sim” para as perguntas anteriores, é bom ficar atento: você pode precisar ir ao dentista com urgência.

Doenças nas gengivas são mais comuns do que parece (estima-se que grande parte da população adulta brasileira tenha algum tipo delas) e, felizmente, seus tratamentos também são comuns e relativamente simples. Conheça algumas dessas doenças e seus tratamentos:

Os principais tipos de doenças gengivais

As doenças gengivais começam por algo que você já deve ter ouvido nos comerciais de pastas de dente: a temível placa bacteriana. A placa bacteriana é uma espécie de película composta por bactérias que se forma nos seus dentes regularmente. Ela não tem cor (por isso não a vemos!) e é por causa dela que precisamos escovar os dentes várias vezes ao dia.

Quando a placa bacteriana não é removida regularmente, há um acúmulo que acaba infectando os dentes, a gengiva e, em alguns casos, indo até mais fundo, chegando ao tecido gengival e ao osso que suporta a dentição. Esse tipo de dano causa as doenças gengivais, que surgem em três estágios diferentes:

Gengivite

A gengivite é o tipo mais brando de doenças nas gengivas. É uma inflamação inicial, causada pelas toxinas liberadas pela placa bacteriana acumulada nos dentes. Seus sintomas incluem vermelhidão na gengiva, que também fica mais inchada, além de sangramento espontâneo e durante a escovação.

Periodontite

A periodontite surge quando a gengivite não é tratada. É uma evolução da primeira inflamação, com o osso e as fibras de sustentação dos dentes já atingidos. Nesse estágio, a gengiva começa a recuar, formando uma espécie de bolsa entre os dentes (onde as bactérias passam a se alojar).

Periodontite avançada

Esse é o estágio final da doença, com as fibras e os ossos de sustentação já severamente danificados. A periodontite avançada acontece quando a luta entre o nosso sistema imunológico e as bactérias alojadas na gengiva destroem os ossos e as fibras de sustentação, fazendo com que os dentes mudem de lugar ou fiquem móveis, soltos, tendo de ser removidos.

Além do desenvolvimento da placa bacteriana, existem outros fatores que podem causar doenças nas gengivas, como, por exemplo:

  • Fumar;
  • Mudanças hormonais da puberdade;
  • Diabetes;
  • Medicamentos que reduzam a quantidade de saliva na boca;
  • Predisposição genética;
  • Gravidez;
  • Abuso de certas substâncias;
  • Estresse;
  • Doenças virais;
  • Desnutrição;
  • Idade avançada.

Qual é o tratamento para as doenças nas gengivas?

Por sorte, o tratamento para doenças gengivais é relativamente simples nos seus estágios iniciais — inclusive, exercícios físicos podem ajudar a prevenir o surgimento da gengivite. Por meio da manutenção de uma boa saúde oral, com a escovação correta e o uso apropriado do fio dental, a placa bacteriana é removida dos seus dentes, evitando o problema. Caso a placa já tenha se transformado em tártaro, será necessário que uma destartatização seja feita pelo seu dentista, o que também é um procedimento simples.

Em casos mais complicados, pode surgir a necessidade de efetuar um alisamento radicular, que ajuda a diminuir as irregularidades nas raízes dos dentes (aquelas bolsas que começam a surgir em quadros de periodontite) para diminuir o acúmulo de placa bacteriana.

É extremamente importante que você marque uma consulta com o seu dentista assim que notar os primeiros sintomas do que pode ser uma doença na gengiva, para que ele possa prescrever o tratamento adequado para o seu caso. E não se esqueça de retornar ao consultório periodicamente, mesmo que não haja problemas visíveis. A prevenção é sempre a melhor opção!

Você já teve algum desses problemas nas gengivas? Como foi o tratamento? Deixe seu comentário sobre o assunto!

special care_post

Publicações recentes

Deixe um comentário