Disfunção erétil começa pela boca?

 em Público em geral

Homens, aí vai mais um motivo para cuidar da saúde bucal. De acordo com um estudo da Universidade Inonu, na Turquia, gengivas inflamadas e doentes podem torná-los 3,29 vezes mais propensos a problemas de ereção. Os dados são de uma publicação recente do Journal of Sexual Medicine.

Os cientistas analisaram 80 voluntários entre 30 e 40 anos com disfunção erétil e 82 sem problemas de ereção (grupo controle). Constatou-se que 53% dos com o incômodo tinham gengivas inflamadas e outros problemas periodontais, em comparação com 23% do grupo controle.

?A periodontite crônica é uma das doenças infecciosas causadas predominantemente por bactérias que proliferam, mais comumente, com a inflamação das gengivas. Muitos estudos têm relatado que a periodontite crônica pode induzir doenças vasculares sistêmicas, tais como a doença cardíaca coronária, que também parece associada com problemas de ereção?, disse o pesquisador Faith Oguz.

A disfunção erétil é um problema de saúde que afeta milhares de homens no Brasil e no mundo. Estima-se que a disfunção erétil alcance, em algum nível, cerca de 50% da população masculina entre 40 e 70 anos. Isso significa que eles experimentam dificuldades para obter ou manter a ereção para uma atividade sexual satisfatória. Já a disfunção completa, na qual não se obtém ereção alguma, atinge 100 em cada mil homens.

A questão que já é delicada pode tornar-se ainda mais complexa, por que apenas 30% desses pacientes procuram ajuda médica, o que dirá a bucal…

Pelo jeito a odontologia poderá se tornar mais uma ferramenta de apoio ao tratamento multidisciplinar desse problema, se mais dados científicos comprovarem este achado.

Publicações recentes

Deixe um comentário