Doenças das gengivas, maior preocupação das pessoas com 50 anos ou mais.

 em Profissionais da saúde

 

De acordo com os Centros para Controle e Prevenção de Doenças, cerca de 35 milhões de cidadãos norte-americanos tinham 65 anos ou mais em 2000. Nesta época, muitos deles disseram que a saúde bucal era muito importante para o bem estar deles.

Um novo estudo realizado entre mais de 500 participantes com idade de 48 anos ou mais, constatou que a saúde bucal é o terceiro problema de saúde tido como o mais importante entre a essa população. Embora 75% dos participantes tenham classificado seu estado bucal como muito importante, em comparação com as suas demais preocupações de saúde em geral, um número considerável não percebeu a importância da boca a saúde.

O estudo foi realizado pela organização sem fins lucrativos AARP, a Associação Americana de Aposentados, a fim de compreender melhor as posturas de pessoas com mais de 50 anos de idade perante a saúde. A AARP visa apoiar as pessoas com 50 anos ou mais através da informação, defesa e prestação de serviços.

Ao analisar as respostas a um questionário de 25 perguntas sobre higiene bucal, os pesquisadores descobriram que os adultos mais velhos são geralmente conscientes da importância de manter o bom estado da boca e das gengivas. Quase 75 por cento citaram que o envelhecimento pode afetar o estado da boca e dos dentes.

Este grupo informou que, por essa razão, visitam um dentista pelo menos duas vezes por ano. No entanto, a pesquisa constatou que muitos dos participantes não mantiveram uma rotina de higiene bucal diária completa e adequada, ficando sob risco de problemas mais sérios.

De acordo com a pesquisa, 60 por cento não usaram um anti-séptico bucal e 47 por cento não utilizaram o fio dental. Cerca de 35 por cento escovaram os dentes somente uma vez por dia. Os investigadores enfatizaram que a manutenção de um rigoroso regime de higiene da boca é crítica como adultos dessa faixa de idade.

Pessoas com mais de 50 anos devem usar produtos que atendam as suas necessidades específicas de boca e devem ser submetidos regularmente a limpeza dental profissional, conforme atesta a literatura científica.

As conclusões fazem parte do Pro-Saúde para a Vida e pesquisa AARP, um estudo realizado para obter insights sobre as atitudes das pessoas com idade 50 anos ou mais. Nós do blog “ADORO SORRIR” concluímos com base nestas pesquisas que os que escolhem negligenciar os cuidados regulares de higiene com a boca e/ou faltar as visitas de rotina ao dentista ESCOLHEM conviver com problemas e recidivas de tratamentos bucais complexos a que se submetem ao longo da vida.

Senhoras e Senhores, é hora de valorizar os cuidados básicos para melhorar a expectativa e a qualidade de vida. Sua saúde agradecerá!

Publicações recentes

Deixe um comentário