Entenda as causas do mau hálito e como tratá-lo

 em Mau Hálito / Halitose

Em algum momento da vida, praticamente todas as pessoas já sofreram com o mau hálito — ou, pelo menos, com o mau hálito de outra pessoa. Pois saiba que, embora hábitos ruins de higiene possam explicar a problema, o mau hálito — também conhecido como halitose —  também pode ser provocado por diversas doenças bucais.

Quer descobrir quais as causas do mau hálito e como tratá-lo? Confira o nosso post!

O que é a halitose?

A halitose, ou o “mau hálito”, consiste em um odor bucal desagradável que pode ter diversas causas. Vale ressaltar que a halitose não é considerada uma doença em si, mas sim um sintoma ou sinal de que algo no organismo não anda certo.

Quais as causas do mau hálito?

O mau hálito pode ser provocado, em sua maioria, por problemas causas bucais — entre 90 e 95% dos casos. Há também causas extrabucais, que representam os 5 a 10% do casos restantes.

Dentre as causas bucais, a presença de suburra lingual — uma camada de placa bacteriana esbranquiçada ou amarelada no dorso da língua — e a doença periodontal — uma inflamação das gengivas — são as mais comuns. Outros motivos são: excesso de tecido conjuntival, feridas cirúrgicas, cáries extensas e abertas, abcessos, estomatites, miíase e até câncer de boca.

Já dentre as causas extrabucais, podemos citar o jejum prolongado, o diabetes não compensado, a hipoglicemia, a ingestão de alimentos com cheiro forte e algumas doenças do fígado, dos rins e dos intestinos.

E o que o mau hálito tem a ver com a má higiene bucal?

Como as causas bucais são as grandes culpadas pelo mau hálito, manter uma boa higiene bucal é indispensável. A suburra lingual está muito associada a um quadro de xerostomia — a famosa boca seca, com pouca produção de saliva —, mas pode ser controlada com cuidados redobrados com a higiene da língua.

Já a doença periodontal é causada pela má higiene dos dentes e pela falta de uso do fio dental.

Quais os fatores de risco para o mau hálito?

Alguns fatores que contribuem para o surgimento ou piora do quadro de mau hálito são:

  • Respiração oral;
  • diminuição do fluxo salivar;
  • infecções de garganta;
  • depressão;
  • dieta rica em alimentos condimentados e odoríferos;
  • tabagismo;
  • ingestão de álcool.

Como tratar o mau hálito?

Como o mau hálito é apenas uma consequência, é necessário tratar a causa de todo o problema para resolvê-lo. Assim, mascar chicletes ou exagerar no uso de enxaguantes bucais pode até mascarar o problema, mas não é uma solução definitiva.

Um dos tratamentos mais importantes para o mau hálito é caprichar na higiene bucal. A escovação deve ser feita após todas as refeições, com o uso do limpador de língua e do fio dental. Já os enxaguantes bucais podem complementar essas medidas, desde que não as substituam e o uso seja feito de acordo com as orientações do dentista.

E então, ainda tem dúvidas sobre o assunto? Compartilhe nos comentários!

raspador_post

Publicações recentes

Deixe um comentário