Entenda as vantagens da opção pela Escova autoclavável

 em Para Dentistas, Veja como usar

Cuidar da limpeza bucal exige que fiquemos atentos a muitos detalhes, pois a quantidade de micro-organismos que existem na boca é muito grande, fazendo com que as escovas de dente também se tornem um depósito deles. Essa é uma via de mão dupla, pois temos que tomar cuidado também com o que colocamos em nossa boca: os dentes são sensíveis e precisam de uma atenção adequada. Além disso, o organismo precisa ser protegido de invasores, como bactérias e vírus, para que não fiquemos doentes.

Portanto, todo cuidado é pouco: os materiais que entram em contato com nossa boca devem ser descartáveis ou muito bem limpos.  Você conhece as escovas autoclaváveis? Essas ferramentas são feitas de materiais resistentes (chamados de termorresistente) o suficiente para que possam passar pelo processo de autoclavagem, que garante a esterilização total do instrumento.

No texto de hoje trouxemos para você algumas informações a respeito do uso das escovas autoclaváveis, as mais indicadas para dentistas utilizarem em seus consultórios. Quer saber mais? Continue acompanhando!

O que é autoclavagem?

A autoclavagem é um procedimento de esterilização de materiais termorresistentes mais recomendado pelas vigilâncias sanitárias. É muito utilizado em hospitais, consultórios odontológicos e em lugares que utilizam instrumentos que precisam ser bem limpos e esterilizados, como em lojas de tatuagens e em salões de manicures.

No processo, que dura em média uma hora, os instrumentos contaminados passam por um tratamento térmico por calor úmido. Eles são mantidos a uma temperatura bastante elevada, atingindo até 135°C. A temperatura se dá a partir do vapor de água, então ocorrem ciclos de compressão e descompressão, que duram o tempo suficiente para que todos os agentes patogênicos sejam destruídos.

O aparelho de autoclavagem possui monitoração eletrônica do ciclo que avisa a partir de um tom sonoro se o processo for interrompido. Caso haja falha na temperatura, o equipamento interrompe o ciclo e avisa no painel. Os ciclos também podem ser pré-programados, o que facilita a operação, evitando erros por parte do operador.

Esse procedimento é considerado muito seguro, pois o controle de infecções é praticamente total. É também eficiente, rápido e econômico, visto que não exige uso de outros recursos além de água e energia.

Materiais resistentes para autoclavagem

Os produtos que passam pela autoclavagem devem ser feitos de materiais especiais, resistentes o bastante para passarem por essa elevada temperatura. Entre os plásticos mais utilizados em laboratório estão o Polipropileno e o Polietileno. Ambos podem passar pelo processo de autoclave, porém o Polipropileno tem maior resistência térmica, podendo ser esterilizado em autoclave várias vezes.

Utilização da escova autoclavável por dentistas

É interessante usar as escovas autoclaváveis nos consultórios odontológicos, porque propiciam uma boa economia e facilidade de manuseio. Por poder ser reutilizada com total segurança, os dentistas não precisarão comprar várias escovas de dentes apenas para demonstração de material e métodos de escovação para seus pacientes.

São diversas as vantagens em se usar as escovas autoclaváveis. Você já faz uso desse tipo de material em seu consultório? Compartilhe conosco o que achou do post!

special care_post

Publicações recentes

Deixe um comentário