Entenda como o mau hálito pode ser um sinal de problemas estomacais

 em Mau Hálito / Halitose

O mau hálito é problema bucal comum, que causa constrangimento para quem exala o odor ruim ao conversar com colegas ou ao ter momentos de intimidade com o parceiro.

Embora não seja a principal causa do mau hálito, disfunções estomacais merecem atenção quando um paciente chega ao consultório odontológico queixando-se do distúrbio.

Descubra, agora, como as doenças no estômago e os hábitos alimentares contribuem para o aparecimento do mau hálito e saiba como recuperar e manter o hálito saudável.

Conheça 4 problemas estomacais causadores do mau hálito

O mau hálito, ou halitose, é causado por bactérias que liberam enxofre ao se alimentarem dos restos alimentares e tecido morto encontrados na boca e no trato digestivo.

Nas disfunções estomacais, a quantidade de material disponível para o metabolismo das bactérias é maior, assim como a presença de gases digestivos, o que acaba por causar ou agravar o mau hálito.

A seguir, conheça quais são os 4 principais problemas do estômago responsáveis pelo surgimento do mau hálito.

1 – Má digestão

A má digestão consiste na dificuldade para digerir os alimentos, causando dor, enjoo e vômito. Permanecendo mais tempo no estômago, o bolo alimentar libera gases, contribuindo para o aparecimento do mau hálito.

Para combater a má digestão, é preciso mastigar bem os alimentos e evitar a ingestão de líquidos ao comer. O consumo de maçã, abacaxi, chá de boldo e de hortelã costuma aliviar bem os sintomas, mas é essencial consultar um médico, caso essa situação se torna recorrente.

2 – Refluxo gastroesofágico

No refluxo, o odor desagradável é causado pelo retorno dos alimentos digeridos para a garganta e boca, causando também azia e queimação. Essa condição pode levar ao aumento da quantidade de bactérias na boca, além de contribuir para a desmineralização dentária devido à ação do ácido estomacal.

Além do tratamento no consultório odontológico para avaliar a saúde de dentes e gengiva, é preciso fazer acompanhamento médico para tratar o refluxo adequadamente.

3 – Gastrite

Na gastrite, além da demora para o esvaziamento do estômago, levando à proliferação aumentada de bactérias, o mau hálito também é causado pela liberação de gases resultantes da má digestão.

Dor e sensação de ardência são sintomas comuns, que exigem acompanhamento médico para que sejam eliminados.

4 – Úlcera estomacal

Episódios de gastrite não tratados podem dar origem a úlceras estomacais, que são feridas doloridas na parede do órgão.

Muitas vezes, as úlceras são causadas pela presença das bactérias H.pylori e Prevotella intermedia, que causam aumento dos gases e mau hálito pela decomposição de alimentos e tecidos mortos.

Mais uma vez, o acompanhamento médico é fundamental, bem como a visita ao dentista para correta orientação quanto aos cuidados de saúde bucal.

Além disso, para evitar os problemas estomacais e o mau hálito, é preciso manter hábitos alimentares saudáveis.

Entenda a relação entre hábitos alimentares e mau hálito

O tipo de alimentos consumidos diariamente, bem como a forma como as refeições são realizadas, pode agravar o mau hálito e os problemas estomacais.

Fazer as refeições com pressa, sem mastigar bem os alimentos, dificulta a digestão e contribui para permanência do bolo alimentar por mais tempo no estômago. Além disso, ingerir líquidos ao comer também contribui para a má digestão.

O cigarro e o álcool são dois grandes vilões para a saúde da boca e do estômago, assim como os refrigerantes e outras bebidas ácidas. Eles causam descamação dos tecidos, prejudicam a digestão e absorção de nutrientes, causando ou agravando o mau hálito por favorecerem a proliferação das bactérias.

Além dos maus hábitos alimentares, o consumo de determinados alimentos pode causar mau hálito.

Trata-se de substâncias que possuem sabor forte ou são de difícil digestão, tais como cebola, brócolis, alho, pepino, pimentão, queijo e mortadela. Depois de comê-los, é importante reforçar a escovação e o uso do fio dental.

De fato, a higiene bucal adequada é fundamental para prevenir e eliminar o mau hálito seja qual for a sua causa. Além dos problemas estomacais e dos hábitos alimentares, o mau hálito possui outras causas, que devem ser conhecidas para que seja possível adotar mecanismos preventivos e realizar o tratamento adequado.

Ficou interessado no assunto é quer conhecer outras possíveis causas do mau hálito? Confira o nosso artigo sobre o assunto e saiba também como tratá-lo de maneira eficaz!

Publicações recentes

Deixe um comentário