Entenda os riscos do clareamento dentário caseiro não supervisionado

 In Dia-a-dia, Público em geral

O sorriso é o nosso cartão de visitas e parte importante de uma boa imagem. Por conta disso, todo mundo busca embelezá-lo, seja cuidando da saúde bucal — utilizando aparelhos ortodônticos —, seja fazendo clareamento dentário.

Todas essas medidas para deixar os dentes mais belos precisam ser feitas com muita responsabilidade. Existem diversos tutoriais disponíveis sugerindo clareamentos caseiros, porém, se o procedimento não for feito por um profissional capacitado, pode ter consequências graves.

Abaixo, vamos listar os riscos de tentar fazer um clareamento dentário em casa.

Desgaste do esmalte dos dentes

Os dentes possuem uma camada protetora e fina, que evita diversos problemas causados por contato com altas temperaturas ou erosões. Os produtos sugeridos em clareamentos caseiros como limão, bicarbonato de sódio e carvão são ácidos ou abrasivos, causando deterioração do esmalte.

Os danos na superfície dental — ou seja, no esmalte dos dentes — são difíceis de reverter, pois ele não possui capacidade de se regenerar. Além disso, o seu dano pode causar maior sensibilidade, dores, exposição da dentina à cáries e infecções, entre outros diversos problemas.

Danos ao sistema digestivo

Os kits para clareamento dental caseiro vendidos em farmácias trazem como um dos componentes o peróxido de hidrogênio. Esse composto químico agride o esmalte, e se for ingerido em quantidade grande pode causar males na garganta, no estômago e até no intestino.

A porcentagem permitida por lei desse elemento nos produtos clareadores é de 0.1%, porém há casos em que são detectados mais de 5%. Por conta disso, é muito perigoso usar esses kits por conta própria.

Escurecimento dos dentes

O método errado, além de não clarear de fato os dentes, pode fazer com que eles fiquem ainda mais escuros após algum tempo. Isso ocorre por conta da erosão provocada pelo uso equivocado de produtos e frutas.

Ao desgastar a superfície dos dentes com as receitas utilizando ácidos e abrasivos, eles ficam mais expostos e propensos a absorver os pigmentos encontrados em alimentos como café e vinho.

Problemas na mucosa da boca

Tanto os esfoliantes caseiros, quanto às moldeiras contidas nos kits das farmácias para colocar o gel, podem causar retração da gengiva. Para que isso não aconteça, é necessário um equipamento feito sob medida para a boca e, ainda, que os produtos sejam aplicados de forma correta em um consultório.

Os artigos utilizados para bochechos, como a água oxigenada, também podem ser absorvidos pelas mucosas da boca, causando inflamações na bochecha, língua ou até nos lábios.

Perda óssea

A retração da gengiva, causado por clareamento inadequado, pode levar à problemas muito além das mucosas. Os deslocamentos desse órgão prejudicam também as fibras que prendem os dentes, deixando-os mais expostos.

A estrutura óssea é prejudicada, causando periodontite, se a alteração não for contida logo. Em casos mais graves, pode haver perda de dentes por conta dessa doença.

Diante de todos esses riscos, o clareamento dental caseiro deve ser evitado. Por mais que custe mais caro, só o procedimento feito com um profissional vai trazer realmente resultados satisfatórios, sem comprometer as estruturas dos dentes.

Quer receber mais conteúdo de qualidade sobre o assunto? Siga-nos no Facebook e fique por dentro de todo conteúdo odontológico.

Recent Posts

Leave a Comment