Escova interdental: como usar?

 em Interdentais

Muita gente acha que as escovas interdentais são recomendadas apenas para quem usa aparelhos fixos, mas, na verdade, qualquer pessoa pode se beneficiar da limpeza extra promovida por elas, já que os dentes têm muitas irregularidades que a escova comum não consegue alcançar.

Quer descobrir mais sobre a escova interdental e por que você também deveria começar a usá-la? Confira o nosso post!

O que é a escova interdental?

A escova interdental é composta de um pequeno arame circundado por cerdas e é utilizada para a limpeza dos espaços entre os dentes, assim como o fio dental, retirando a placa e prevenindo a doença periodontal e as cáries. Além da variação de tamanho, as escovas interdentais podem ser cônicas, mais indicadas para a limpeza de pequenos espaços no aparelho fixo, ou cilíndricas, que podem ser utilizadas em qualquer espaço.

A escova interdental substitui o fio dental?

Embora ambos sejam utilizados para a limpeza do espaço entre os dentes, a escova interdental e o fio dental são recomendados de forma diferente. O fio dental deve ser usado para a limpeza de espaços bem apertadinhos, nos quais é necessário aplicar um pouco de pressão no fio para que ele consiga entrar. Só nesses espaços o fio consegue realizar a limpeza adequada.

Já a escova interdental deve ser usado em espaços um pouco maiores, aqueles em que o fio entraria sem resistência nenhuma mas que a escova comum não consegue alcançar. Assim, tanto o fio dental quanto a escova interdental devem ser utilizados.

Como saber qual a melhor escova interdental?

O ideal é que você procure um dentista para orientação quanto ao tamanho e o tipo de escova interdental mais recomendada para os seus dentes. Se a escova for fina demais, não conseguirá fazer a limpeza adequadamente e, se for muito grossa, não cabe no espaço interdental ou acaba provocando lesões na gengiva, podendo induzir um processo deretração gengival.

Como usar a escova interdental?

Após a escolha de uma escova interdental de qualidade e do tamanho adequado, seguindo as recomendações do seu dentista, você deve acrescentá-la à rotina diária de limpeza dos dentes, seguindo esse passo a passo:

  1. Posicione a escova interdental no espaço entre dois dentes;
  2. Insira a escova num ângulo de 45º em direção à gengiva. Ou seja, durante a limpeza dos dentes da arcada superior, a escova estará apontando para cima. Já durante a limpeza dos dentes inferiores, a escova estará apontando para baixo;
  3. Realize um único movimento de vai e vem, com uma pressão suave. Se você tiver que realizar força para executar a limpeza ou se o movimento não oferecer qualquer resistência, o tamanho da escova deve estar errado;
  4. Não há necessidade de repetir o movimento e você já pode passar para o espaço entre os próximos dentes.

É normal que ocorram sangramentos durante o uso da escova interdental?

Nas primeiras vezes de uso, um pequeno sangramento pode ser normal, assim como ocorre com o uso do fio dental. Isso não significa que a gengiva está sendo machucada, apenas que ela já estava um pouco inflamada. À medida que a limpeza for sendo executada, a inflamação some e os sangramentos cessam.

Mas se o sangramento for de grande porte ou se não sumir com o tempo, é importante procurar um dentista.

De quanto em quanto tempo, a escova interdental deve ser trocada?

As recomendações para as escovas interdentais são as mesmas da escova comum. Assim que as cerdas começarem a mostrar sinais de uso e se desalinharem, a troca deve ser realizada.

Quer descobrir mais sobre os tipos de escova interdental? Confira aqui o nosso post sobre o assunto!

interdentais_e-mail

Publicações recentes

Deixe um comentário