Essa é para quem acha que espinafre só funciona no desenho do Popeye…

 In Público em geral

O velho marinheiro Popeye estava certo, espinafre faz bem para a boca, o corpo e a mente.

Sempre bem-vindo e cada vez mais presente no prato dos brasileiros, pela facilidade de compra e preço acessível, o espinafre é um alimento recomendado por nutricionistas, pelas diversas substâncias nutritivas que possui.
Segundo a nutricionista da Paraná Clínicas Planos de Saúde Empresariais, de Curitiba, Gabrielle Macedo, o espinafre possui alto valor nutritivo; é importante fonte de vitaminas e sais minerais, além de possuir possui algumas substâncias pouco conhecidas, mas que trazem grandes benefícios para o ser humano.

Propriedades

O espinafre foi descoberto em solo asiático e é rico em sais minerais, como ferro, cálcio e fósforo, e possui alta concentração de vitaminas dos complexos A e B, propriedades que transformam o alimento em uma fonte de nutrientes fundamental para a formação dos ossos, dentes, construção muscular, coagulação sanguínea e conservação da visão.

Como a maioria das hortaliças de folhas verde-escuras, o espinafre é recomendado principalmente para gestantes e crianças, pois previne a anemia e a desnutrição. O alimento é indicado também para as gestantes, por ser uma importante fonte de ácido fólico ? fundamental a formação neurológica dos bebês.

O ácido fólico é uma vitamina que contribui diretamente para a formação do tubo neural do feto e essencial para o tratamento de certas anemias, além de contribuir para a manutenção da memória, fluência da fala e velocidade de processamento das informações.

A hortaliça também colabora para conservação da pele, proteção do aparelho digestivo e, principalmente, a manutenção do sistema nervoso, tornando-se essencial para o desenvolvimento dos nervos e do cérebro.

Pesquisa

De acordo com uma pesquisa realizada no ano passado, pelo nutricionista Fernando Gómez-Pinilla da Universidade da Califórnia, o espinafre faz parte de um grupo de alimentos antioxidantes responsáveis pelo melhoramento das atividades mentais do ser humano. Segundo o estudo, o cérebro consome muita energia para funcionar e isso resulta na sobra de resíduos químicos oxidantes. Alimentos como espinafre, nozes, castanhas, óleos vegetais, lentilha, couve-flor, aspargo e abacate começam trabalham para eliminar as substâncias em excesso, funcionando como ?desenferrujadores? do cérebro.

Consumo

Para aproveitar e potencializar os nutrientes presentes na hortaliça é necessário consumir o alimento nas principais refeições do dia. Uma porção média de espinafre cozido pesa 90g e o ideal é que um adulto consuma cinco porções semanais. Para facilitar esta ingestão, o espinafre pode ser utilizado nas mais variadas receitas, como tortas, suflês, refogados e saladas cruas. O ideal, de acordo com os especialistas, é que seja diminuído ao máximo o período de cozimento, para que os nutrientes sejam conservados. A hortaliça pode ser utilizada nas mais variadas receitas, leves e saborosas, como sugerido abaixo.

Salada italiana:

Ingredientes:

2 colheres de sopa de queijo parmesão ralado;
200g de espinafre (mais ou menos ½ maço);
Azeite e cebolinha verde;
Endro;
Algumas gotas e flocos de pimenta de biquinho;
1 alface;
Suco de limão;
Sal a gosto.

Preparo:

Lave e corte a alface e o espinafre cru. Tempere com suco de limão, pimenta-do-reino, sal e azeite à vontade. Misture a salada com um pouco de cebolinha verde picada e endro. Para finalizar, acrescente o queijo parmesão ralado.

Fonte: Texto adaptado do nosso parceiro JSO

Recent Posts