Higiene bucal pode salvar o seu coração

 In Público em geral

Não se iluda Snoopy, ela pode te explicar!

Meu coração, não sei porque…bate feliz quando te vê (letra de Carinhoso). 

Fico feliz de saber que essa bela frase da música de Pixinguinha é pura poesia. A realidade científica é bem diferente. Na verdade ele bate, e deverá seguir batendo por longos anos, se ficarmos atentos a detalhes como a higiene bucal.

Além de combater as cáries e outros problemas bucais, escovar os dentes é importante para a saúde do coração. De acordo com uma pesquisa britânica divulgada recentemente, pessoas que não escovam os dentes, pelo menos duas vezes ao dia, aumentam em 70% as chances de desenvolverem doenças cardíacas.

O estudo, que levou oito anos para ser completado, confirma o que muitos médicos já suspeitavam: as doenças na gengiva podem estar ligadas a problemas cardíacos. Apesar das razões ainda não estarem claras, os especialistas suspeitam que as inflamações na boca e gengiva podem provocar a obstrução de artérias.

Durante a pesquisa, cientistas da Universidade College London analisaram mais de 11.000 adultos. Segundo a equipe que coordenou o estudo, essa é a primeira vez que se analisa a ligação entre escovação e doenças cardíacas. “Nossos resultados confirmam as suspeitas de que a higiene bucal e os riscos de doenças do coração estão conectados”, afirma Richared Watt, da College London.

Os voluntários forneceram dados sobre sua higiene bucal, incluindo quantas vezes ao dia eles escovavam os dentes. Além disso, também foram coletados dados do histórico médico e de doenças cardíacas na família. Foram medidas a pressão arterial de cada voluntário e coletadas amostras de sangue.

Ao longo dos oito anos de pesquisa foram registrados 555 “eventos cardiovasculares”, como infartos, dos quais 170 foram fatais. Levando em conta fatores que aumentam o risco de doenças cardíacas, como classe social, obesidade, fumo e histórico familiar, os pesquisadores descobriram que aqueles que escovam os dentes duas vezes por dia correm menos riscos de sofrerem ataques do coração.

EM TEMPO…

90% dos brasileiros sofrem de algum grau de doença periodontal, inflamações na gengiva ou no tecido que une o dente ao osso;
– 1 mililitro de saliva contém 150 milhões de bactérias;
– 1 grama de placa bacteriana abriga 100 bilhões de micróbios;
– O risco de problemas cardíacos é 25% maior entre pacientes com doença periodontal (sinalizada pela inflamação das gengivas).

Fonte: How Stuff Works & Revistas Abril

Prof. Rodrigo Guerreiro Bueno de Moraes
Cirurgião-Dentista | Mestre em Odontologia pela Universidade Paulista | Membro da Sociedade Brasileira de Periodontia e da American Academy of Periodontology

Recent Posts