Higiene Bucal tem poder de prevenir distúrbios gástricos e anemias.

 In Profissionais da saúde

É de conhecimento geral que vários relatos científicos comprovam que o controle das bactérias que se acumulam sobre os dentes e outros tecidos bucais pode prevenir os problemas da boca – caso do mal hálito, das cáries e doenças das gengivas (periodontais).

Desde a década de 90 os estudos que apontam a higiene da boca como uma ferramenta eficaz para a prevenção dos problemas de saúde cresce em um volume impressionante. Essa é mais uma prova sobre a importância de se cuidar bem dos dentes e da boca diariamente. Isso pode valer uma vida!

A relação entre a presença oral do Helicobacter pylori gástrico e higiene bucal em pacientes com deficiência da vitamina B12-A

Publicação:
Oral surgery, oral medicine, oral pathology, oral radiology, and endodontics – 2001, vol. 92, no2, pp. 166-169
Autor (es) AVCU Nihal (1) ; Ferit AVCU (2) ; Cengiz Beyan (2) , Ugur Ali URAL (2) ; Kursad Kaptan (2) ; Mustafa ÖZYURT (2) ; NEVRUZ Oral (2) ; Atilla YALCIN (2);

Resumo:
O objetivo deste estudo foi determinar se existe uma relação entre a identificação do Helicobacter pylori gástrico e higiene oral em pacientes com deficiência para a vitamina B12.

Estudo proposto: Cento e oito pacientes com deficiência de vitamina B12 e que foram testados como H. pylori positivo, na mucosa gástrica, foram incluídos no estudo. Estes pacientes foram divididos em 3 grupos determinados pelo Índice de Higiene Oral (OHI), subdividos em bom, regular ou ruim. A presença de cepas do H. pylori foi detectada no exame da placa bacteriana, tendo como organismo de teste -camphylobacter em meio geleificado. Todos os pacientes foram tratados com um protocolo médico e integrado para erradicar o H. pylori.

Resultados: Positividade H pylori na placa dental foi correlacionado com os piores escores OHI, a positividade foi de 28,5% em bons higienizadores bucais , 90,2% em regulares e de 100% para pacientes com pobre OHI (má higiene bucal). A erradicação do H. pylori foi associada com a recuperação da anemia e aumento dos níveis para vitamina B12 (P <0,0001 e P <0,0001). Os pacientes com escores de OHI pobres tinham recidivas mais freqüentes dos desconfortos gástricos pelo H pylory (58,3%) em comparação com aqueles com escores OHI médios (41,2%) e com escores de OHI (4,8%).

Conclusões:
O H. pylori parece ser um fator etiológico para a deficiência de vitamina B12. Com a implementação de um tratamento para a cura da anemia, os níveis de vitamina B12 no soro aumentaram como consequência. No entanto, a erradicação do H. pylori da mucosa gástrica não é suficiente para impedir o retorno da bactéria ao convívio da região gástrica – visto a posibilidade de colonizar a placa bacteriana que se estabelece na boca. A higiene bucal adequada deve ser estabelecida para eliminar a H. pylori na placa dentária. Portanto, sugerimos que o controle do H. pylori na placa dental é necessário para controlar a reincidência do H. pylori e das complicações a ele associadas.

Recent Posts