Ingerir pasta de dente faz mal?

 em Público em geral

A pasta de dente oferece muitos benefícios: deixa os dentes branquinhos, a boca saudável e o hálito refrescante. Até o seu sabor é bom, o que faz com que muitos não se importem ao acidentalmente ingerir um pouco da pasta ou da espuma durante a escovação. Isso é ainda mais comum entre as crianças, o que faz com que apareça a dúvida: ingerir pasta dente faz mal?

Ingerir pasta de dente pode sim fazer mal, principalmente se a pasta utilizada conter uma alta concentração de flúor. No entanto, é importante não se esquecer da importância que a ação do flúor tem para a saúde bucal – seu uso apenas não deve ser exagerado, principalmente ao se tratar de crianças.

O flúor é uma substância essencial para a remineralização dos dentes, ou seja, é o flúor o responsável para a reestruturação do dente e o combate à cárie. Sua ação é tão importante e eficaz que a substância é até adicionada (em pequena quantidade, é claro) à água potável em muitos municípios.

Qual é o perigo de ingerir pasta de dente com flúor?

Ingerir pasta de dente, principalmente aquelas com alta concentração de flúor, pode causar um problema chamado “fluorose”, que afeta a saúde dos dentes. A fluorose pode surgir durante um processo conhecido como odontogênese, a fase em que os dentes se formam, e pode se apresentar em diferentes graus que dependem da quantidade de flúor que é ingerida e há quanto tempo está sendo ingerida.

Em casos mais leves, a fluorose atinge o esmalte dos dentes, podendo deixá-los esbranquiçados, sem brilho e com manchas em alguns pontos. Já em casos mais extremos, a fluorose pode afetar a estrutura da dentição, resultando no desgaste não natural dos dentes e o esmalte pode ainda ganhar um tom acastanhado.

Como evitar as crianças de ingerir pasta de dente em excesso?

Em primeiro lugar, é essencial colocar na escova somente a quantidade necessária de pasta para a higienização adequada dos dentes. Para crianças pequenas, a quantidade correspondente a um grãozinho de arroz do produto já é o suficiente para uma boa higienização sem riscos.

Em crianças de até dois anos de idade, recomenda-se o uso da pasta de dente com flúor apenas uma vez ao dia (o ideal é que seja à noite, antes de dormir), nas demais escovações do dia, pode ser usada uma versão sem flúor. Opte por uma pasta de dente que não tenha mais de 400 ppm de flúor (as pastas de dente indicada para adultos possui uma quantidade que varia de 1.000 e 1.500 ppm).

Como saber qual é a pasta de dente mais indicada para suas crianças?

A escolha da pasta de dente é um assunto que divide a opinião dos especialistas. Alguns recomendam não utilizar pasta de dente com flúor em crianças menores de dois anos, para evitar o risco de fluorose. Já outros não abrem mão do uso do flúor para uma higiene adequada e a prevenção da cárie. O ideal é buscar a orientação de um dentista para avaliar o que é melhor para o seu filho, de acordo com seus hábitos de alimentação e higienização.

Você já conhecia os malefícios da ingestão de pasta de dente? O que achou do post? Deixe seu comentário e venha participar dessa conversa!

Publicações recentes

Deixe um comentário