Maxilar doendo? Conheça os cuidados que você precisa ter com esse sintoma!

 In Público em geral

Você já sentiu como se o osso do seu maxilar estivesse dando estalos durante a mastigação? Já sentiu o maxilar doendo diversas vezes e não sabe o motivo? Pois é, isso é mais comum do que você imagina!

Às vezes a dor é confundida, por ela pode irradiar para outras partes da cabeça, como os olhos e ouvidos. A pessoa acaba indo parar do neurologista e só depois de fazer vários exames e não achar nenhuma relação é que pensa em procurar o dentista. A dor pode ser em um músculo próximo ou na própria ATM (articulação temporomandibular).

O que pode causar dor no maxilar?

As causas podem ser várias como dor nervo trigêmeo, sinusite, otite, mastoidite, entre outras. Porém, a causa mais comum é o distúrbio na ATM. Os distúrbios nessa articulação podem estar associados à ansiedade ou ao estresse. Eles fazem com que a musculatura esteja sempre tensa, o que pode desencadear espasmos na região.

O bruxismo também é muito comum e pode causar problemas na ATM, levando à dor. A principal causa dessa doença é também o estresse. Quem sofre disso não se dá conta, já que é um fenômeno que acorre durante o sono. A borda da língua pode ficar marcada e os próprios dentes podem apresentar desgaste devido aos movimentos.

Sinais e sintomas associados ao maxilar doendo

Quem sofre com a dor maxilar pode apresentar diversos sintomas o que podem dificultar um pouco o diagnóstico. Mas os sinais mais prevalentes são:

  • Desgaste dos dentes;
  • Língua marcada;
  • O indivíduo morde a língua com frequência;
  • Presença de estalos na região próxima ao ouvido durante a mastigação;
  • A mandíbula fica com a movimentação limitada;
  • Dor durante o bocejo;
  • Mordida cruzada;
  • Dor de cabeça e enxaquecas;
  • Dor de ouvido.

Como as dores e outros sinais são comuns a outras doenças é normal que o profissional possa encontrar uma certa dificuldade na hora de dar o diagnóstico. Quem pode dar o diagnóstico correto quando o problema ocorre no maxilar é o cirurgião dentista que também direcionará o tratamento correto.

Tratamento

Cada caso pode ter um tratamento diferente, sendo uns clínicos e outros cirúrgicos. Se o problema for bruxismo, por exemplo, será clínico e o dentista passará instruções para alguns cuidados. Primeiramente, é preciso encontrar a causa da patologia que pode ser de fundo emocional ou problemas na estrutura dos próprios dentes. Algumas doenças como Parkinson ou Huntington também podem ser a causa.

Usar um protetor bucal, nestes casos, pode ajudar muito, especialmente se o bruxismo ocorrer à noite. Os dentes da parte de cima ficam separados dos inferiores e evitam o desgaste e também a dor que causam. O uso do aparelho ortodôntico também pode ser uma alternativa para alinhar os dentes e reduzir as consequências da doença.

Relaxantes musculares e anti-inflamatórios também podem ser prescritos por um médico caso esta seja a causa da dor no maxilar. Se a dor for pela tensão muscular provocada por estresse ou ansiedade pode ser necessário o uso de medicamentos psiquiátricos como o ansiolítico.

Mas lembre-se: somente um bom médico ou dentista poderá dar o diagnóstico e prescrever tratamento!

Ficou curioso para saber um pouco mais sobre o assunto? Veja nesse post as causas, sintomas e o tratamento para o bruxismo.

Recent Posts
Showing 3 comments
  • Marcos
    Responder

    Estou com dor no lado esquerdo e tá inchado o que será que é??

    • TePe
      Responder

      Olá, Marcos. A dor mencionada pode estar relacionada a diversos fatores. Se persistirem os sintomas, um médico deverá ser consultado.

  • coupon codes
    Responder

    É por esse e outros motivos que deixei de torcer pra seleção Brasileira hoje sou torcedor da Argentina vou continuar acompanhando a copa américa e torcendo pelos ermanos kkkkkkk

Leave a Comment