Mitos e verdades: saiba tudo sobre o dente de leite

 em Cárie, Dia-a-dia, Para seus filhos

Todo mundo sabe que a dentição das crianças é completamente trocada a partir dos cinco anos de idade. Pouco a pouco, os dentes de leite vão caindo e os dentes permanentes os substituem. Assim, se o dente de leite vai cair daqui alguns anos não tem por que restaurar cáries nele, certo? Errado!

Esse é só um dos mitos difundidos sobre os dentes de leite que acabam prejudicando a saúde bucal das crianças. Para descobrir o que é verdade e o que é mentira em relação a esses dentes, confira o nosso post!

Os dentes de leite do bebê não precisam ser escovados: mito

A higiene bucal da criança deve ser tão completa quanto a do adulto, contando com a escova de dentes, a pasta e o fio dental desde o surgimento dos primeiros dentinhos por volta dos seis meses de idade.

Se a criança não tem esses hábitos, acaba desenvolvendo cáries, gengivite e outras doenças bucais que podem prejudicar sua autoestima e provocar dores ou dificuldade de mastigar.

Dente de leite pode ter cárie: verdade

Dentes de leite comumente apresentam cáries já que os pais não costumam ser muito rigorosos com a higiene bucal dos pequenos.

As cáries de mamadeira são as mais famosas nessa faixa etária já que é comum que a criança tenha o hábito de tomar uma mamadeira de leite logo antes de dormir e não escove os dentes após ingerir a bebida.

Dentes de leite não tem canal: mito

Apesar de não terem raízes, os dentes de leite apresentam uma rede de canais que permitem a passagem de vasos sanguíneos e nervos, e que podem ser afetados no caso de cáries avançadas.

Dessa forma, crianças também podem precisar de um tratamento de canal.

O nascimento dos dentes de leite gera febre no bebê: mito

Quando os dentes de leite estão para nascer, a gengiva do bebê fica mais inflamada e dolorida, o que pode incomodá-lo e provocar irritação e choro. Apesar dessas alterações, a febre não pode ser explicada pelo nascimento dos dentes e deve ser investigada adequadamente.

Como é comum que os bebês tenham diversas infecções virais ao longo do ano e coloquem tudo na boca, o nascimento dos dentes costuma coincidir com uma dessas infecções, se associando também a febre, diarreia ou lesões de pele provocadas pela infecção.

Cáries nos dentes de leite nem sempre geram dor: verdade

A dor é frequentemente associada às cáries mas isso não significa que toda cárie gere dor. Por isso, mesmo que a criança não tenha qualquer queixa, é importante levá-la ao dentista regularmente, para que o profissional possa conferir todos os dentes e identificar qualquer alteração.

O bebê já pode nascer com dentes de leite: verdade

Alguns bebês já nascem com alguns dentinhos de leite na boca, geralmente na arcada inferior. Apesar da causa para essa alteração não estar definida, ela parece ter origem genética já que os pais que nasceram com dentes tem uma chance maior de terem filhos que nascem com dentes.

Se isso acontecer, é importante levar o bebê ao odontopediatra para avaliar se é necessário extrair o dente ou não.

Já desvendou todos os mistérios relacionados aos dentes de leite? Curta a nossa página do Facebook e acompanhe todas as novidades sobre o mundo odontológico.

Publicações recentes

Deixe um comentário