O dia mundial do Beijo passou e deixou uma dúvida ? Você estava preparado?

 em Público em geral

Provavelmente você já sentiu um frio na barriga, uma sensação de estar sendo vigiado, o medo de dar errado, o medo de dar certo ou uma sensação de levitar.

As sensações do primeiro beijo são praticamente as mesmas para a maioria das pessoas. É um doce prazer muito do cruel. E por pior ou mais apaixonante que tenha sido, é um momento especial e inesquecível na vida de qualquer um? diz a jornalista Nina Ramos do site MSN Brasil.

Faz poucos dias – mais precisamente no dia 13 de abril ? que a nossa sociedade ?celebrou o Dia do Beijo?. O fato é que beijar é muito gostoso e representa um momento especial para as nossas vidas. Sob o ponto de vista do organismo, o beijo mexe com o todo o nosso corpo. Só na face, 29 músculos são colocados em atividade. Fora a sensação de prazer extremo e a liberação de substâncias boas pelo organismo.

A jornalista Nina Ramos entrevistou algumas celebridades e obteve os seguintes depoimentos: – ?Me lembro que achei bem gostoso, tanto que fiquei viciado até hoje?, brincou Bruno Garcia. Para Monique Evans, o beijo pode ser até mais importante que as outras etapas de um relacionamento afetivo. ?Se o beijo não encaixar, o resto também não encaixa?, disse.
Mesmo assim existem os inconvenientes. O comediante Bruno Mazzeo relembrou – com a sua picardia de sempre – a história de que o jogador de futebol e símbolo sexual David Beckham sofreu, e deve ter feito sofrer, por problemas de mal hálito ? ou simplesmente bafo.

Se você tem repulsa pela idéia de se tornar um famoso BBB (Beckham Bafo de Bode), pratique uma excelente higiene dos dentes e da língua ? conforme a prescrição do seu dentista. Pesquisas apontam que 90% dos problemas de halitose (ou mal hálito ? como é chamado o problema) começam na boca e não por problemas do aparelho digestivo ou respiratório ? conforme a crença popular.

Para ter conhecimento dos detalhes desse drama do craque inglês, visite o bloglog.globo.com/brunomazzeo. Lá você encontrará as passagens de mais uma, das muitas histórias, que já destruíram muitos símbolos sexuais mundo afora. Tome cuidado, pois ?na hora H?, o bafo corta tudo, não é mesmo Monique?

Prof. Rodrigo Guerreiro Bueno de Moraes
Cirurgião-Dentista | Mestre em Odontologia pela Universidade Paulista | Membro da Sociedade Brasileira de Periodontia e da American Academy of Periodontology

Fonte: Blog Bruno Mazzeo (2008)

Publicações recentes