O que a odontologia hospitalar tem de diferencial

 In Para Dentistas, Profissionais da saúde, Público em geral

A odontologia é um ramo de cuidados em saúde cujos níveis de atuação têm crescido em todo o mundo. O odontologista hoje não é somente um profissional que fica preso ao consultório clínico, já que seu conhecimento e expertise são extremamente importantes em outras áreas de atuação. Um bom exemplo é a prática da odontologia hospitalar, que tem se tornado cada vez mais presente em grandes núcleos de internação no Brasil.

No texto de hoje, vamos discutir um pouco sobre essa área, suas demandas e aplicações em vários quadros clínicos. Acompanhe-nos!

O que é a odontologia hospitalar?

A odontologia hospitalar é um ramo que pode ser definido como responsável por cuidados bucais que devem ser tratados por equipes multidisciplinares, devido à alta complexidade do quadro do paciente. Nesse caso, o odontologista atua dentro de um hospital, trabalhando com outras equipes em prol de um melhor desempenho na assistência de pacientes específicos.

Como ela se diferencia da odontologia cirúrgica ou clínica?

A odontologia foi sempre praticada em postos de saúde pública ou em consultórios particulares, restringindo a atuação do especialista a problemas de magnitude local. Na odontologia hospitalar, entretanto, graças à possibilidade de interação multidisciplinar, o odontologista tem participação essencial no tratamento de situações clínicas sistêmicas, explorando melhor seu conhecimento e evitando, junto com os outros profissionais, o desenvolvimento de outras complicações da doença.

Saber tratar um quadro clínico odontológico que faz parte de uma cascata sistêmica de problemas é definitivo para a qualidade de vida para o paciente, por isso a odontologia se faz tão presente hoje em ambientes hospitalares.

Que profissional atua nessa área?

Os profissionais de odontologia que podem atuar em âmbito hospitalar são, exclusivamente, os cirurgiões dentistas, que podem ter especialidade em áreas especiais ou então que tenham atuação clínica comprovada em ambiente hospitalar.

Esse profissional deve conhecer intimamente a rotina de um hospital, o fluxo de paciente, a gestão desse tipo de trabalho, os jargões médicos, a interpretação de exames complementares e ainda deve estar capacitado para registrar as informações de seu atendimento em prontuário médico.

Que pacientes precisam desse tipo de tratamento?

Diversos pacientes podem receber o atendimento de um odontologista hospitalar quando admitidos na unidade de internação. O tratamento ambulatorial é indicado para:

  • Grande parte dos pacientes com doenças sistêmicas (que podem atingir de maneira direta ou indireta a saúde bucal);
  • Alguns pacientes com transtornos mentais ou neuromotores;
  • E todos aqueles que apresentam distúrbios de motricidade.

Além disso, para pacientes em tratamentos longos como, por exemplo, em quimioterapia, diálise ou controle da diabetes, o tratamento odontológico hospitalar se torna ainda mais importante para a manutenção da qualidade de vida dos mesmos.

Pacientes com quaisquer tipos de lesões bucais também devem passar por um atendimento odontológico, já que esse especialista vai saber indicar quais as melhores alternativas de tratamento para manutenção da saúde da arcada e das estruturas dentárias.

Quais são os campos de atuação do odontologista hospitalar?

O odontologista hospitalar atua em vários campos dentro da unidade de internação:

  • Ele pode trabalhar diretamente com pacientes de UTI;
  • no serviço de oncologia;
  • no serviço de cirurgias de cabeça e pescoço;
  • na dermatologia;
  • na endocrinologia (especialmente nos quadros de diabetes);
  • na gastroenterologia;
  • na neurologia e psiquiatria;
  • na nefrologia;
  • e até no serviço de doenças infectocontagiosas.

Em todas essas áreas, o odontologista deve estar pronto para conhecer as situações clínicas mais comuns, os jargões médicos e quais tratamentos odontológicos podem ser feitos em cada quadro clínico.

Um hospital que atenda a diversas situações clínicas deve contar com a presença de um odontologista especialista em rotinas hospitalares para garantir ainda mais a segurança e satisfação de seus pacientes. Se você é um dos interessados em atuar nesse amplo campo, que tal começar a se aprofundar no assunto? Comente este post para interagir conosco e com outros profissionais interessados!

Recent Posts

Leave a Comment