O sonho do dente branco, do seio grande e do olho azul.

 In Público em geral

Amigos do nosso blog “ADORO SORRIR” !

Já sabíamos que a odontologia, a dermatologia, a nutrição, a cirurgia plástica passaram a englobar as questões cosméticas como mais uma alternativa de tratamento.

A demanda estética, pelo jeito, segue em franco crescimento. O Brasil já é o segundo país no ranking mundial de cirurgias plásticas, por exemplo.

Atualmente são realizadas mais de 1,7 mil cirurgias plásticas, ou seja, a cada hora, são 71 operações estéticas em pessoas que objetivam com o procedimento a busca do corpo e do rosto perfeitos.

Seguindo essa tendência,a Odontologia Estética nunca esteve tão em evidência como nos últimos tempos. Nos Estados Unidos, cerca de dois mil profissionais se especializaram no setor, movimentando algo em torno de 11 bilhões de dólares por ano.

A procura pelos tratamentos estéticos nos consultórios dentários nunca foi tão grande como hoje. Uma pesquisa realizada pelo Departamento de Estudos Mercadológicos da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) revelou que 96% das pessoas se preocupam com a aparência dos seu dentes e com o impacto que o seu sorriso gera frente a seus interlocutores. A pesquisa foi feita nas classes A, B, C e D.

Dentre os procedimentos mais procurados estão as restaurações em resina branca, os clareamentos dentários e as lâminas estéticas de cerâmica, incluindo as lentes de contato dental, conforme sugere o ilustre professor doutor Dirceu Vieira

A novidade da estética, que foi divulgada nesta semana pelos veículos de imprensa, refere-se a outra área frequentemente associada com lentes de contato, o olho humano.

Pelo jeito a oftalmologia vai entrar de cabeça nesse “mundo do embelezamento”, oferecendo aos detentores de olhos castanhos a chance de atingirem o “sonhado olho azul”.

Um procedimento cirúrgico à laser, que dura apenas 20 segundos poderá transformar a cor dos olhos, após um mês – é o que afirma o site UOL.

Já imaginou poder ter o tão desejado olho azul apenas com um procedimento médico de poucos segundos? Gregg Homer, médico da Califórnia, afirma que isso é possível porque, no fundo, todos têm olhos azuis. “Todo mundo que tem olhos castanhos tem o azul coberto por uma camada de pigmento”, explica ele.

O método desenvolvido por ele funciona com um laser que atinge a parte mais clara do olho e da córnea e começa a desfazer o pigmento. O próprio organismo, então, termina o processo. Em entrevista ao Dail News, Homer afirma que o tratamento já foi testado, com sucesso, em 12 voluntários no México.

O procedimento é feito em 20 segundos, com o paciente observando uma tela animada com um dos olhos tapados. Para o processo ser completo, a ação é repetida no outro olho.

Os olhos não ficam azuis na hora. Na primeira semana ficam mais escuros e só depois de um mês é que a mudança completa ocorre, segundo o médico. Uma vez que a pessoa opta por mudar a cor do olho para azul não há mais como voltar atrás.

Só nos Estados Unidos quase três mil pacientes já mostraram interesse em passar pela mudança, mas eles vão precisar de paciência: o médico estima que serão necessários três anos para que o método seja aprovado no país. A cirurgia deverá custar US$ 5.000 (cerca de R$ 8.700).

No Brasil, o Conselho Federal de Medicina também não aprovou a cirurgia. “O Conselho tem uma câmara técnica que avalia todos os procedimentos, mas esse ainda é experimental, há pouca referência sobre ele na literatura médica”, declara o médico Paulo Augusto de Arruda Mello, professor da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).

Ainda que os oftalmologistas não conheçam todas as eventuais complicações ligadas ao procedimento, fala-se em risco de desenvolver glaucoma e catarata.

De acordo com Mello, o procedimento também causa alterações importantes na estrutura da íris. “O laser promove quebra de pigmento, portanto é evidente que isso pode promover um processo inflamatório na região”, explica ele.

Os profissionais de saúde advertem: Avalie com o seu profissional de saúde os benefícios e os riscos envolvidos nestas decisões sobre intervenções estéticas. Assegure-se, ao máximo, para que o sonho não se transforme em pesadelo.

Recent Posts