Os bad boys da Implantodontia…

 In Público em geral

Cargas mastigatórias excessivas, rangimento de dentes, extensão de cantilevers ? ( também conhecidos como extensões protéticas, além das áreas suportadas pelos implantes)

Todos esses fatores já foram listados como os grandes vilões à sobrevida dos implantes dentários. Mas será que esses são realmente os principais responsáveis pelo risco de perdas ósseas ou insucesso dos implantes?

De acordo com um clássico estudo, publicado no Clinical Oral Implants Research, a resposta é não. É fato que esses fatores favorecem problemas no caminho dos implantes. Também é fato que isso não os torna mais perigosos para a longevidade dos implantes do que a ausência de higiene bucal e o hábito por fumar, conforme demonstram os resultados do estudo citado.

Para chegar a essa conclusão, os autores analisaram um número representativo de implantes, acompanhados por 15 anos, desde a sua colocação em boca.

Reavaliação de conceitos ou confirmação das expectativas de quem vive a realidade da área saúde?

Recent Posts