Osteoporose e saúde bucal: entenda a relação

 In Para idosos, Público em geral

As partes do nosso corpo estão relacionadas de formas que muitas vezes nem imaginamos. Você sabia, por exemplo, que a osteoporose está fortemente ligada a problemas da saúde bucal? Se isso é novidade para você, acompanhe nossas informações e entenda melhor!

O que é osteoporose?

A osteoporose é uma condição metabólica sistêmica caracterizada pela diminuição da densidade óssea e que acaba afetando praticamente todos os ossos.

Atingindo grande parte da terceira idade, a doença pode ser encontrada também em jovens e até em crianças que, por algum motivo, apresentam problemas na absorção ou simplesmente deficiência de cálcio.

Relação da osteoporose com a saúde bucal

A relação acontece porque a osteoporose pode afetar a densidade óssea de muitas partes do corpo, inclusive dos ossos maxilares, e essa má absorção se reflete na fixação dos dentes, o que pode causar até a perda dos mesmos.

Pacientes que passam por esse problema podem encontrar dificuldade até mesmo de fixação das próteses e implantes. Além disso, o que preocupa muitos dentistas é que outros problemas bucais podem surgir, como cáries e doenças periodontais.

Dificuldade no tratamento

A osteoporose pode não atingir diretamente os dentes, mas traz problemas para quem está fazendo um tratamento dentário. Em casos de próteses e implantes, por exemplo, é possível que seja necessário fazer uma reposição severa de cálcio antes de iniciar o tratamento.

Dentistas que desconfiem desse problema devem encaminhar o paciente imediatamente para outro profissional de saúde, geralmente o ortopedista.

Sintomas das doenças

Os sintomas da osteoporose são silenciosos, porém, o primeiro sinal pode aparecer quando ela já está em uma fase mais avançada e costuma ser a fratura espontânea de um osso. As lesões mais comuns são as fraturas das vértebras.

Já as doenças periodontais, também chamadas de periodontites, por sua vez, apresentam sintomas mais claros, como:

  • Gengivas com aspecto vermelho vivo ou arroxeado;
  • gengivas com aspecto brilhante;
  • gengivas que sangram com facilidade (principalmente durante a escovação);
  • gengivas sensíveis ao toque, mas que não doem de outra forma;
  • dentes soltos;
  • e gengivas inchadas.

Prevenção

Para esse tipo de problema, existem duas formas de prevenção básicas:

  • O consumo de alimentos ricos em cálcio — leite e seus derivados (queijos, coalhadas, requeijão, iogurtes, etc.) são fundamentais em dietas para evitar osteoporose. Além disso, o uso de suplemento de cálcio é comum na terceira idade.
  • Já a saúde bucal exige uma boa higiene diária (uso de fio dental, escovação após refeições) e acompanhamento com dentista.

Mulheres devem ainda estar atentas à menopausa, já que hormônio feminino estrógeno é um grande protetor dos ossos. Por isso, quando chegam a essa fase, há uma grande queda no nível desse hormônio, o que pode te deixar mais suscetível aos problemas ósseos.

Entendeu agora a relação entre a osteoporose e a saúde da sua boca? Compartilhe suas dúvidas conosco nos comentários e até a próxima!

Recent Posts

Leave a Comment