Pesquisa de satisfação: saiba como fazer em um consultório

 In Para Dentistas

A pesquisa de satisfação é muito importante para conhecer sobre seu público e o que eles estão achando do seu serviço. Nesse post, você vai saber como usar essa ferramenta.

Conhecer a opinião do paciente sobre a qualidade dos serviços prestados ou produtos vendidos por uma instituição clínica é fundamental, já que oferece subsídios para que ela seja estruturada à tomada de decisões, criação de estratégias e geração de melhorias.

Uma ferramenta muito eficaz nesse processo é a pesquisa de satisfação. Veja como é possível elaborá-la de maneira a obter informações precisas e úteis sobre o consultório.

Entenda a importância da pesquisa de satisfação

A satisfação dos pacientes quanto ao tipo de atendimento que recebem é a chave para fidelizá-los, garantindo que continuem a buscar pelos serviços prestados e também os indiquem para sua rede de contatos. Além disso, o uso cada vez maior das redes sociais propaga opiniões e comentários que podem influenciar a adesão de novos clientes.

Nesse cenário, a pesquisa de satisfação ocupa lugar central, já que permite que sejam conhecidas as impressões e necessidades do cliente com relação à empresa, que, por meio delas, pode ter indicativos para se organizar e melhorar sua eficiência.

Escolha a plataforma mais adequada para a divulgação

As características da clientela devem direcionar a plataforma de divulgação da pesquisa, que, em geral, é impressa ou online. Questionários em folha de papel exigem menor infraestrutura de criação, mas, demandam maior gerenciamento do tratamento de dados.

Pesquisas feitas de forma online — e-mails, formulários digitais etc. — requerem maior suporte para criação, porém, recebem uma manipulação mais eficiente das respostas.

Selecione perguntas relevantes e úteis

O tipo de pergunta feita depende das informações desejadas pelo consultório. Contudo, certas modalidades de questões são relevantes e úteis para conhecer a satisfação do paciente.

É importante que sejam elaboradas perguntas que abordem a indicação de pontos fortes e fracos dos serviços prestados, o nível de satisfação quanto aos produtos vendidos, a possibilidade de indicação para outros e a sugestão de melhorias.

Perguntas de natureza específica têm mais utilidade do que genéricas, pois são mais objetivas, fáceis de responder e de serem analisadas. Após a definição dos itens a serem avaliados, as questões podem ter escalas de notas com valor mínimo e máximo, sendo fundamental a solicitação de justificativas para as notas dadas.

A seleção adequada das perguntas é o diferencial de um questionário eficiente.

Atente-se para a qualidade e quantidade de questões

Uma pergunta capaz de avaliar um item de interesse sobre a satisfação relativa a um consultório deve ser específica, clara, objetiva e bem estruturada, características que dão qualidade e consequente eficiência à questão.

O questionário deve ter um número de perguntas suficiente para verificar todas as informações de que a empresa precisa sem, no entanto, ser extenso demais, deixando de ser respondido por inteiro.

Encontre meios de incentivar os pacientes a responderem

A vida é corrida para todos, de forma que responder a uma pesquisa de satisfação pode não ser prioridade. Desse modo, devem ser encontradas maneiras de incentivar o paciente a responder ao questionário.

Entre os meios possíveis estão a conscientização — por meio de estratégias de marketing – de que a participação vai gerar melhorias nos serviços e produtos, e a bonificação – por meio de promoções, descontos, brindes etc.

Ficou satisfeito com o post? Então, não deixe de nos seguir no Facebook e no Instagram!

Recent Posts

Leave a Comment