Planeje suas consultas ao dentista. Não seja pego de surpresa.

 In Público em geral

Começar o ano com uma boca saudável é uma bela maneira de cuidar da sua saúde logo no início dessa jornada. Para poder ter controle de tudo o que deve ser feito em relação a sua dentição e, principalmente, para facilitar a sua organização orçamentária para o ano, uma boa estratégia é começar a planejar as suas consultas ao dentista o quanto antes. Dessa maneira, é possível se organizar melhor financeiramente, arrumar melhores datas no seu calendário e ainda garantir um bem estar bucal ao longo de todo o ano.

Descubra, abaixo, como se planejar para conciliar saúde, tempo e orçamento!

Faça um orçamento de seus gastos fixos com dentição

Para começar a fazer o planejamento das suas consultas ao dentista, é interessante organizar todos os seus objetivos dentro de um orçamento de gastos fixos com dentição. Assim, vai ser possível visualizar o quanto você pretende gastar por mês com esses cuidados para deixar a boca saudável (pastas de dente, escovas de dente, medicações, consultas particulares ou mensalidade do plano odontológico) e se planejar para possíveis situações atípicas.

A periodicidade deve ser levada em consideração

Na hora em que for planejar as possíveis datas das consultas ao dentista, lembre-se sempre da periodicidade indicada para a visita a esse profissional. O tempo ideal é fazer uma visita ao periodontista para limpeza semestralmente, deixando espaço reservado para visitas em caso de alguma urgência ou consulta de última hora.

Se você está passando por algum tipo de tratamento, como canal, posicionamento de implante, ortodontia ou até mesmo clareamento dental, o espaço entre as suas visitas podem ser encurtadas, sendo necessário uma visita mensal ou a cada três meses, dependendo da necessidade do profissional. Nesse caso, converse com seu dentista sobre a frequência de visitas nesses tratamentos.

Tenha uma reserva para situações atípicas

Nunca se sabe quando uma urgência com a nossa saúde pode surgir, por isso sempre devemos contar com uma reserva financeira (e até de tempo) para poder atender a essas emergências.

Para manter uma boca saudável é importante prestar atenção a essas situações: não demorar para tratar lesões causadas por traumas ou o surgimento de alguma cárie nem postergar o exame de uma dor de dente que não melhora. Nesses casos, quanto antes é realizado o tratamento, melhor é a situação para a sua saúde.

Por isso, assim que detectado algum quadro diferente na sua dentição, agende quantas consultas ao dentista forem necessárias para tratá-la, mesmo que isso fuja um pouquinho do seu planejamento financeiro. Se você se organiza para ter uma reserva para tratar desses problemas, o gasto elevado com o dentista nesse mês não será um empecilho no seu orçamento.

Planeje as consultas dos seus filhos

Se você tem filhos, eles também devem entrar no seu planejamento para consultas ao dentista. Lembre-se de que, para crianças a periodicidade das visitas deve ser um pouco maior, podendo variar de consultas de 3 em 3 meses a semestrais, dependendo da situação clínica da dentição de seu filho.

Para manter suas crianças com a boca saudável também é preciso ter um orçamento de seus gastos mensais e periódicos para esse fim, não se esquecendo de adicionar seus filhos à reserva financeira para eventuais emergências.

Se você ainda não levou seu pequeno ao dentista, descubra quando é o momento certo para fazê-lo.

Todas essas dicas vão te ajudar a organizar melhor seu orçamento e o seu tempo para que a saúde da sua boca não seja deixada de lado no ano que acabou de começar! Quais são as suas estratégias para planejar melhor suas consultas ao dentista? Comente!

Recent Posts

Leave a Comment