fbpx

Pós-cirurgia: como o dentista pode ajudar a melhorar o processo?

 Em Para Dentistas, Pós-cirúrgico

Saiba como fazer com que o seu paciente tenha mais confiança no seu trabalho com dicas de tratamentos pós-cirurgia.

O paciente entrou em contato com seu consultório, decidiu que você era a melhor opção para o problema, frequentou as consultas, iniciou o tratamento e, agora, acaba de passar por uma cirurgia. Seu trabalho acabou, certo?

Nada disso! No pós-cirúrgico, o dentista é uma figura muito importante para que o paciente possa se recuperar com saúde e conforto, além de continuar cuidando muito bem dos dentes e, aos poucos, normalizar a sua rotina.

Curioso para saber como você pode ajudar no pós-cirurgia? Então, continue a leitura e confira as táticas que separamos para que você alcance esse objetivo e fidelize cada vez mais clientes!

1. Dê produtos de fornecedores confiáveis

Seu trabalho foi excelente ao longo de todo o tratamento e, assim, o paciente voltou para casa depois da cirurgia totalmente satisfeito e agradecido. Não jogue tudo isso fora!

O próximo passo é uma chance de ouro de fidelizar os pacientes de vez. Você deve dar produtos de fornecedores confiáveis, para que sua empresa (e/ou seu nome) mantenham sua reputação de consultórios confiáveis, dedicados e atenciosos.

Uma escova pós-cirúrgica ultra macia para uma escovação confortável nesse período tão delicado, pode ser o que faltava para que o paciente se lembre de você com o mesmo cuidado e carinho. Com a Special Care da TePe, a higiene bucal do seu paciente vai continuar impecável até no pós-cirurgia.  

2. Acompanhe o retorno do paciente

É interessante que você mesmo seja o dentista do paciente depois do pós-cirúrgico. Portanto, sempre que possível, agende com ele a data do retorno. Com isso, você economiza um tempo considerável, pois você já sabe onde estão e quais são as informações que você deve analisar na próxima consulta do paciente em questão.

Permitir que o paciente faça todo o procedimento, desde o início até após a conclusão, faz com que ele se sinta acolhido e seguro. Além disso, dentista e paciente têm tempo de conversar, podendo construir confiança um no outro.

3. Procure materiais para mais leitura

Mesmo fora do assunto pós-cirurgia, a leitura desenvolve seu cérebro e pode até aprimorar suas habilidades. Não fique de fora dessa!

Hoje, graças ao avanço proporcionado especialmente pela internet, temos acesso a diversos materiais produzidos sobre qualquer assunto. Nesse balaio, você vai encontrar diversos livros que se encaixam com este tópico e que ajudarão você não apenas no pós-cirurgia, mas no decorrer da sua profissão.

4. Indique uma dieta o mais diversificada possível

Proibir alimentos é, muitas vezes, mais prejudicial do que benéfico. Afinal, não é novidade para ninguém que passamos a cobiçar algo a partir do momento em que não temos mais acesso a isso, não é mesmo?

Diversifique as opções! Para seu paciente em recuperação na pós-cirurgia, estude o que ele gosta de comer, o que ele pode comer e faça as devidas indicações.

5. Informatize a lista de cuidados

A lista de cuidados é tão enraizado na mente do público quando o assunto é saúde que, até hoje, muitos têm dificuldade de imaginar os servidores da saúde sem aquele papel.

Que tal fazer uso de tudo o que a tecnologia tem a oferecer? Aproveite as possibilidades trazidas por esses avanços e informatize a lista de cuidados. Dessa forma, todas as pessoas autorizadas terão acesso e poderão visualizar a lista a qualquer hora, de qualquer lugar do mundo.

Gostou de entender como o dentista é importante para o processo de pós-cirurgia? Quer mais dicas sobre o assunto? Então, aproveite e baixe agora mesmo nosso e-book gratuito: aprenda como cuidar dos seus dentes após uma cirurgia!

Posts Recentes

Deixe um comentário