Propaganda … a alma do negócio?

 em Público em geral

(Para quem não acredita que as propagandas do passado usavam a imagem dos profissionais de saúde de forma indevida)

Tornou-se comum ver a imagem de profissionais de saúde associadas a marcas e produtos de finalidades variadas. Verdadeiramente não acho esse o ponto crítico e prefiro não entrar no mérito pessoal de cada um, uma vez que adultos esclarecidos são responsáveis por falar daquilo que acreditam e por assumir o ônus de sua exposição.

O que me preocupa é a verdadeira ciência de cada profissional de saúde que se propõe a falar de um produto nos canais de mídia sobre o tema que expõe ou defende. Verdadeiramente dispõe de evidências concretas sobre seus feitos que justifiquem sua recomendação?

Acredito que a revisão do código de ética profissional terá de se preocupar em modernizar essa relação, imputando mais responsabilidades a quem diz, do que propriamente ” fazer de conta que proibe” como a mídia vem demonstrando nesses tempos.

O alerta é para que, no presente, não se repitam os erros grotescos desse passado retratado nas antigas propagandas vistas nas imagens acima.

Publicações recentes

Deixe um comentário