Quais as diferenças entre a herpes labial e aftas?

 In Público em geral

Existem alguns diferentes tipos de enfermidades que acometem a região da boca, sendo a herpes labial e a afta as mais comuns. Embora ambas sejam feridas na boca e tenham algumas características parecidas, como o incômodo que causam, as duas são patologias bastante diferentes.

Uma é uma doença infecciosa e contagiosa, a outra não caracteriza uma infecção e não é transmissível. Para entender de uma vez por todas quais são as diferenças entre herpes labial e afta, acompanhe o artigo de hoje!

O que é herpes labial

Herpes labial é uma infecção contagiosa causada pelo vírus chamado Herpes simplex tipo 1, e se manifesta através de lesões como pequenas bolhas dolorosas na pele ao redor da boca, na parte exterior dos lábios do paciente. Passados alguns dias, as bolhas se rompem e dão lugar a pequenas crostas no local afetado.

O que é afta

A afta é uma inflamação não contagiosa que acontece dentro da cavidade oral, em forma de úlceras, podendo atingir a parte interna da bochecha, a mucosa labial, a língua, a gengiva e os sulcos internos da boca. A ferida, única ou múltipla, é bastante dolorosa, de formato oval ou arredondado, com bordas bem delimitadas e o centro geralmente acinzentado.

Principais sintomas e causas

Pacientes com herpes costumam sentir incômodo, coceira, maior sensibilidade ou formigamento na região até dois dias antes das lesões surgirem. Em alguns casos, pode haver febre, especialmente na primeira ocorrência da doença. Pode haver também o surgimento de linfonodos no pescoço. A causa da doença é a contaminação pelo vírus e a reincidência pode ocorrer em momentos de estresse e instabilidade emocional ou exposição excessiva ao sol.

Já no caso das aftas, o surgimento começa com uma lesão pequena que cresce com o passar dos dias. Pode ocorrer também após algum trauma, como mordida no próprio lábio ou bochecha, movimento brusco na hora da escovação ou uso de aparelho ortodôntico. Outras causas da afta são o estresse, a baixa imunidade, a predisposição genética, a ingestão de frutas cítricas, vinagre, pimenta ou alimentos/líquidos muito quentes.

Cuidados e tratamento

A herpes labial não tem cura e costuma ser recorrente. As bolhas tendem a desaparecer em um período de uma semana, mesmo que nada seja feito, com a crosta secando e cicatrizando, mas o médico ou dentista pode prescrever anestésicos tópicos para promover alívio temporário e, em alguns casos, medicamentos antivirais para amenizar a infecção.

É importante lembrar que a doença pode ser transmitida durante sua manifestação através de contato físico, como o beijo, e compartilhamento de objetos, como copos e talheres.

A afta costuma desaparecer em um período de sete a dez dias. Pomadas analgésicas podem ser utilizadas para aliviar temporariamente o incômodo e o uso de enxaguante antisséptico pode reduzir a irritação. Dependendo da gravidade da ferida, o médico ou dentista pode prescrever um antibiótico para combater infecções secundárias.

Ficou mais fácil diferenciar herpes labial e afta? Confira nosso artigo que fala de outra doença que pode atingir a mesma região que essas duas: o câncer de boca!

 supreme_post

Recent Posts

Leave a Comment