Quer engordar? Coma rápido…

 In Público em geral

A saúde começa pela boca. A digestão também. Essa é uma dica importante para as pessoas que mastigam com pressa e que não permitem aos dentes e a saliva cooperarem, de forma completa, com o processo de digestão dos alimentos. Além desse problema existe um outro, tão grave quanto esse, que afeta a vida de quem come rápido.

O UOL publicou uma matéria sobre o efeito de comer muito rápido. Isso aumenta as chances de se tornar obeso. É o que aponta estudo publicado na revista Journal of the American Dietetic Association. De acordo com os pesquisadores, as mulheres, entre 40 e 50 anos, que comiam rápido tinham mais propensão de se tornar obesas.

Estudo publicado na revista Journal of the American Dietetic Association mostra que comer muito rápido aumenta as chances de se tornar obeso. O estudo, organizado pela Universidade de Osaka, monitorou hábitos alimentares de três mil pessoas e descobriu que os riscos de se tornar obesos aumentavam mais de 80% entre os que comiam muito rápido. Segundo Ian McDonald, professor da Universidade de Nottingham, a grelina (hormônio da fome e que regula a saciedade) que manda sinais ao cérebro de satisfação depois de comer, só é enviada ao órgão depois de 20 minutos da refeição é iniciada, portanto quem come rápido continua comendo por mais tempo.

O estudo, organizado pela Universidade de Osaka, monitorou os hábitos alimentares de três mil pessoas e descobriu que os homens que se alimentavam muito rápido apresentavam 84% de chances de ter excesso de peso. Nas mulheres, estes riscos eram multiplicados por dois entre as mulheres.

Ian McDonald, professor da Universidade de Nottingham, explicou ao Daily Mail, que comer muito rápido atrapalha os comandos do cérebro e deixa o órgão sobrecarregado.

Segundo o médico, a grelina é produzida quando o estômago está cheio e isto demora cerca de 20 minutos depois que a refeição é iniciada, para que o cérebro receba a mensagem de que se está satisfeito. Sendo assim, quanto mais rápido uma pessoa come, mais ela precisa comer para que o cérebro entenda que está satisfeita.

Os médicos acreditam que esse hábito é adquirido ainda quando criança, quando se deseja comer rápido para poder sair o mais depressa possível da mesa.

Além do aumento de peso outros estudos também já associaram o comer rápido a outros transtornos, como o refluxo. Cientistas da Universidade de Medicina da Carolina do Sul analisaram que quando uma refeição de 690 calorias era consumida em cinco minutos ao invés de 30 minutos, o refluxo era comum.

Recent Posts