Repositor de saliva: para que serve e quem precisa usar?

 In Boca seca, Dia-a-dia, Público em geral, Veja como usar

Para quem sofre de boca seca frequentemente, o uso de repositores de saliva é a grande solução. Além de aliviar o desconforto, a saliva artificial ajuda a proteger os dentes e a gengiva de doenças e pode até ter enzimas que auxiliam o sistema imunológico, inibindo a proliferação bacteriana.

Quer descobrir mais sobre o repositor de saliva? Vamos explicar para que essa substância serve e para quem ela é indicada aqui no post! Confira.

O que é a saliva?

A saliva é um líquido transparente produzido pelas glândulas salivares e eliminada na cavidade oral. Rica em água, enzimas e sais minerais, a saliva é essencial para manter a boca hidratada, umidificar o bolo alimentar e facilitar a deglutição, digerir o amido e proteger os dentes e as gengivas da proliferação bacteriana.

O que acontece quando não há produção de saliva?

Sem saliva, a boca perde sua capacidade de lubrificação e autolimpeza. Fica mais difícil engolir os alimentos, o número de bactérias na cavidade oral aumenta e favorece o aparecimento de cáries e gengivite, o mau hálito surge e a pessoa tem a sensação constante de boca seca — uma alteração chamada de xerostomia pelos médicos e dentistas.

O que é o repositor de saliva?

O repositor de saliva é uma substância artificial hidratante que umidifica a boca e age de forma semelhante à saliva natural. Pode ser vendido na forma de spray ou gel e é indicado para pessoas que possuem uma produção insuficiente de saliva natural.

Como o repositor de saliva funciona?

A maioria dos repositores de saliva é a base de xilitol, água e sais minerais e forma uma película bioadesiva na cavidade oral que age hidratando a mucosa, criando uma barreira de proteção e acabando com a sensação de boca seca imediatamente.

Alguns repositores contêm ainda enzimas, como a lisozima, que inibem a proliferação de bactérias na boca, ajudam na prevenção de doenças periodontais e reduzem o mau hálito.

Quem deve usar o repositor de saliva?

A substância é indicada para pessoas que sofrem de xerostomia e não conseguiram resolver o problema com outros métodos como exercícios intraorais que estimulam a produção de saliva ou chicletes e balas a base de xilitol.

É comum mulheres pós-menopausa, pessoas que fazem uso de múltiplos medicamentos, principalmente antidepressivos, diuréticos e anti-hipertensivos, idosos, pessoas em tratamento quimio ou radioterápico e pessoas com doenças que reduzem a produção de saliva, como a síndrome de Sjögren terem falta de saliva.

Como usar o repositor de saliva?

Deve-se aplicar o produto na cavidade oral e espalhá-lo com a ajuda da língua e dos dedos se estiver na forma de gel ou bochechar 10 ml do líquido por 30 segundos. Apesar dessa regra geral, é importante sempre seguir as orientações do profissional que prescreveu o repositor de saliva e as instruções na embalagem do produto.

Em relação à frequência ou horários de uso não há muitas regras, mas é importante não ingerir alimentos ou bebidas por pelo menos 30 minutos após o uso do repositor.

O uso desse produto traz algum risco?

A princípio não. Como o repositor de saliva age apenas na cavidade oral e é composto de substâncias semelhantes àquelas presentes na saliva natural, não há riscos relacionados ao uso desse produto.

É importante buscar orientação médica e/ou odontológica antes de iniciar o uso do repositor de saliva e acompanhar o tratamento com esses profissionais.

Quer aprender sobre outras doenças bucais comuns em adultos? Leia e descubra!

gel_post

Recent Posts

Leave a Comment