Resposta do Caso Clínico proposto pelo Blog Adoro Sorrir.

 em Público em geral

No dia 24 de setembro o ADORO SORRIR perguntou aos leitores: Qual a sua opinião sobre esse caso clínico?

História do Caso: Uma mulher de 25 anos, surgiu na clínica odontológica com a queixa principal de: “Meu dentista me encaminhou, porque eu tenho uma massa lingual incomum que poderia representar algum risco a saúde?

História Médica e Bucal: A paciente apresenta um histórico médico normal e sem registros conhecidos para alergias a qualquer substância.
Sob o ponto de vista do trato orofaríngeo, não existem registros de maior relevância

Exame Extra oral: Dentro dos limites normais.

Exame Intra oral:
– A paciente apresenta poucas restaurações e uma boa higiene.
– A citada lesão é de base séssil, rósea, suave a palpação e o nódulo aferido está localizado na parte posterior da borda direita da língua.
– A paciente é assintomática e nunca percebeu o nódulo antes.

Qual das opções a seguir não corresponderia a uma hipótese de diagnóstico pertinente?
A) Tumor benigno mesenquimal
B) Cisto
C) Carcinoma espinocelular
D) Tecido Lingual Tonsilar ( é a resposta certa )
E) Lipoma

Observação do blogueiro: O diagnóstico dos problemas bucais e das variações da normalidade é algo que deve ser levado em conta pelos profissionais de saúde. Situações como essa mostram que um caso, aparentemente simples, pode gerar dúvidas e despertar uma interação entre especialidades para o correto encaminhamento da situação. No caso dessas projeções mais destacadas, do tecido tonsilar da língua, não foi necessário praticar nenhuma intervenção curativa, uma vez que as elevações não correspondiam a sinais de morbidade ou de desequilíbrios dos tecidos bucais.

Sob o ponto de vista anatômico – seguindo na direção da parte mais acima da língua, chegando na sua porção posterior (um pouco abaixo da parte faringeal), atingimos uma área que não possui papilas gustativas visíveis.
Apesar disso, em muitos casos, pode-se notar uma variação na sensação de “aspereza” pela presença dos folículos linfáticos. Esses folículos são conhecidos como tonsilas linguais e são característicos da estrutura lingual.

Prof. Rodrigo Guerreiro Bueno de Moraes
Cirurgião-Dentista | Mestre em Odontologia pela Universidade Paulista | Membro da Sociedade Brasileira de Periodontia e da American Academy of Periodontology

Publicações recentes