Saúde bucal: aprenda a prevenir e acabar com o mau hálito

 em Mau Hálito / Halitose

Se um hálito fresco e um sorriso bonito e bem cuidado são imprescindíveis para a saúde e o bem-estar, o contrário (mau hálito) pode afetar os relacionamentos sociais, a saúde e a qualidade de vida das pessoas. O mau hálito, também chamado de halitose, não é considerado uma doença, mas um sinal de que algo está em desequilíbrio no organismo.

Estudos recentes indicam que o mau hálito tem origem bucal em mais de 90% dos casos, ou seja, está relacionado a hábitos de higiene insuficientes ou problemas como doenças de gengiva, doença periodontais e saburra.

Na maioria dos casos, bons hábitos de higiene (como escovação, uso do fio dental e de enxaguantes bucais) não apenas garantem a saúde bucal, mas previnem e atenuam o mau hálito. Para ajudar na prevenção ou eliminação desse incômodo tão desagradável, confira nossas dicas:

Invista numa higiene eficiente

Uma das dicas mais importantes para conservar a saúde bucal e evitar o mau hálito é não descuidar da higiene. O primeiro passo é usar o fio dental (ao menos uma vez por dia), que removerá qualquer sujeira acumulada entre os dentes, diminuindo o risco de doenças e de mau cheiro na boca. Os dentes devem ser escovados após todas as refeições, antes de dormir e ao acordar, utilizando uma escova de cerdas macias, tamanho adequado e um creme dental com flúor. Enxaguantes bucais são coadjuvantes da escovação, e devem ser indicados pelo dentista. Outro cuidado importante com a higiene que muitas vezes é negligenciado é a escovação da língua (usando um limpador especial ou a própria escova de dentes) para remover possíveis resíduos de alimentos e evitar a proliferação de bactérias, que causam mau hálito.

Não esqueça de beber água

A água é essencial para a saúde de todo o organismo, inclusive a saúde bucal. Cada pessoa tem uma necessidade específica de água diariamente, em torno de dois litros. Além de auxiliar no funcionamento dos órgãos, a água tem um papel essencial na prevenção do mau hálito causado pela boca seca (quando há pouca produção de saliva). Essa relação é facilmente percebida ao acordar: à noite, a produção de saliva diminui drasticamente, tendo como consequência o mau hálito matinal.

Alimente-se corretamente

A alimentação influencia todo o organismo, e pode fazer uma grande diferença na saúde bucal. Evitar o consumo de doces, refrigerantes e alimentos ricos em açúcar e corantes contribui para dentes fortes, livres de cáries e sem manchas. Além disso, existem alimentos altamente indicados para consumo diário, por trazerem diversos benefícios à saúde dos dentes: maçã e cenoura, por exemplo, raspam os dentes e ajudam na limpeza da boca. A maçã também contribui para manter o hálito fresco, prevenindo a halitose.

Visite o dentista regularmente

Para garantir a saúde bucal e evitar o mau hálito, é essencial passar por consultas de rotina (semestrais ou anuais) com o dentista. Além de orientar sobre hábitos de higiene, ele pode identificar e tratar a formação de tártaro e placa bacteriana, causadores do mau hálito. Quando o problema já existe, a visita ao dentista pode ser combinada com uma consulta médica, para eliminar possíveis problemas de saúde que também afetam a boca.

E você, tem alguma dica garantida para combater ou prevenir o mau hálito? Como você cuida de sua saúde bucal? Conte pra gente nos comentários!

Publicações recentes

Deixe um comentário