Semana de festejos religiosos e chocolates.

 em Público em geral

Para os cristãos, a Páscoa é sinônimo de renovação, época em que é festejado o renascimento de Jesus Cristo. Além disso, nesta época, também celebramos o Pessach na comunidade judaica.
Mais do que festejos religiosos, trata-se de uma época indicada a reflexão, não só espiritual, mas também física.

Inegável que essa pode ser uma época boa para mudança de hábitos, chance de cuidar mais da saúde integral, que não existe sem a saúde bucal, já que nestas festas são consumidas toneladas de chocolate.

Com a aproximação da data, a Associação Brasileira de Odontologia (ABO) alerta para os riscos do consumo exagerado de açúcar sem os devidos cuidados com a saúde bucal. Ou seja:, é preciso limpar os dentes em todos os lados e isso só é possível com o uso do fio dental, em primeiro lugar,para depois entrar com escova e creme dental. Cuide-se!

Cada brasileiro consome 2,2 kg/ano 

Somente no primeiro semestre de 2012,período que inclui a Páscoa, de acordo com a Associação Brasileira da Indústria de Chocolates, Cacau, Amendoim, Balas e Derivados (Abicad), a produção nacional de chocolates totalizou mais de 228 mil toneladas, 4,2% maior se comparado aos mesmos meses de 2011. Segundo a Abicad, o Brasil é o terceiro maior produtor de chocolates do mundo e o quarto em consumo, sendo que cada brasileiro ingere, em média, 2,2 kg de chocolate ao ano.

Quinze minutos minutos… e a placa bacteriana age

Para não estragar a Páscoa e manter a saúde bucal mesmo com a alta ingestão de chocolates e guloseimas, é importante não descuidar da limpeza da boca. Você sabia que bastam apenas 15 minutos para que a placa bacteriana comece a agir? Por isso, qualquer ingestão de alimento precedida de mastigação, especialmente as de produtos ricos em sacarose, do uso do fio dental e da escovação dos dentes. Sendo assim, a higienização precisa ser feita até 15 minutos depois de o chocolate ser ingerido, especialmente antes de dormir, já que o fluxo salivar, que ajuda na limpeza, diminui durante o sono.

Escolha do chocolate e higiene bucal detalhada indicada.

A escolha do chocolate também é importante para a saúde bucal. Os meio amargos e ao leite têm menos açúcar e oferecem menos ?matéria-prima? para as bactérias da boca produzirem o ácido que causa a cárie. Os chocolates sem recheio também são menos prejudiciais, pois grudam menos no dente e são mais fáceis de serem removidos.

Por falar nisso, para quem usa aparelho ortodôntico é um problema, pois as peças coladas nos dentes, os anéis cimentados nos posteriores, fios e outros acessórios fazem com que aumentem as áreas de retenção dos alimentos, provocando, assim, maior acúmulo de placa bacteriana. Para estes casos, os especialistas recomendam uma escovação ajustada individualmente pelo cirurgião-dentista. Não podemos esquecer dos valiosos fio dental e escovas interdentais, aliados fundamentais nesta prática de cuidados com a nossa boca.

Na hora da limpeza, evite o vai-e-vem

A escovação em vai-e-vem deve ser evitada, pois machuca a gengiva e provoca erosão nos dentes. Já os movimentos no sentido da gengiva para os dentes ajudam a remover a placa e a manter a gengiva saudável.

Apesar dos riscos que o consumo exagerado de doces acarreta à saúde bucal e a qualquer dieta, o chocolate tem um lado irresistível porque proporciona benefícios ao organismo. Com seu alto poder oxidante, estimula a produção do neurotransmissor feniletilamina, combate a insônia, e dá a sensação de bem-estar. Por isso, a tradição de comer ovos de chocolate na Páscoa pode ser mantida e pode ser algo saudável, mas é importante não descuidar da saúde bucal.

Elaborado com a colaboração do JSO

Publicações recentes

Deixe um comentário