Tudo o que você sempre quis saber sobre atendimento odontológico às gestantes

 em Para Dentistas, Público em geral

A gravidez é um dos períodos mais especiais na vida de uma mulher, mas também é uma fase que inspira cuidados. As gestantes precisam se preocupar não só com o desenvolvimento do bebê ou com a saúde do seu corpo, como também devem dedicar atenção redobrada à saúde oral. Toda mulher em período fértil, que está grávida ou planeja uma gestação, precisa apostar em cuidados preventivos, diagnóstico precoce e tratamento de eventuais alterações bucais, como cáries e gengivite.

Se você tem dúvidas em relação aos cuidados odontológicos que as mulheres devem ter nessa fase da vida, continue lendo o nosso artigo e fique por dentro do assunto!

Visite o dentista antes de engravidar

Caso você esteja planejando engravidar, saiba que esse é um bom momento para visitar o dentista. Um bom profissional vai identificar se você tem algum problema relacionado ao acúmulo de placa bacteriana, como doenças gengivais ou cáries. De acordo com estudos na área, essas ocorrências de doenças periodontais, especialmente as inflamações, configuram-se como fatores de risco para abortos, partos prematuros e bebês de baixo peso.

Faça o pré-natal odontológico

A saúde e o desenvolvimento do bebê podem ser afetados pelas condições psíquicas, emocionais, físicas e biológicas da futura mamãe. Por essas e outras, é importante fazer o pré-natal odontológico. Isso é importante para a saúde oral da mãe e pode refletir na saúde oral do bebê. Vale destacar que o que a mãe ingere ao longo da gestação acaba interferindo nas escolhas alimentares das crianças durante os primeiros anos de vida.

Cuide dos dentes durante a gestação

Cuidar da saúde oral é importante em qualquer circunstância ou condição, mas na gravidez é ainda mais. Na gestação, em decorrência dos vômitos frequentes, a exposição do esmalte dental ao suco gástrico é maior. Além disso, há uma mudança nos hábitos alimentares e aumento da ingestão de açúcares, o que pode fazer com que as grávidas adquiram cáries. Diante disso, não pode haver negligência em relação à higiene bucal: as visitas ao dentista devem fazer parte da rotina da gestante!

Cuidado com antibióticos, anestesias e radiografias

Em caso de dores e tratamentos odontológicos, as anestesias e antibióticos são permitidos, desde que autorizados e prescritos por um profissional. A intervenção medicamentosa só deve existir em casos extremos, depois do primeiro trimestre de gestação e sempre com doses mínimas, apenas para aliviar a dor. Vale destacar que o excesso de antibióticos durante a gravidez pode manchar os dentes de leite da criança.

A radiografia oral na gestante é permitida, mas deve ser evitada até o final do primeiro trimestre da gravidez para garantir a saúde do bebê. É necessário que, durante o procedimento, as grávidas sejam protegidas por um avental de chumbo. Além disso, os dentistas costumam fazer exames ultrarrápidos, para evitar que a gestante fique exposta à radiação por muito tempo.

E então, qual dessas dicas sobre o atendimento odontológico de grávidas chamou mais sua atenção? Compartilhe suas opiniões conosco através dos comentários! Até a próxima e continue ligado nas novidades do nosso blog!

 

Publicações recentes

Deixe um comentário