Vinho tinto pode prevenir a gengivite?

 In Público em geral

Numerosos estudos já cogitaram os possíveis efeitos benéficos do vinho tinto para o seu coração e na prevenção do câncer, mas alguns investigadores podem ter encontrado uma nova razão para saborear a bebida feita com uvas do tipo Merlot, Shiraz, Malbec e outras. Auxiliar a prevenção das doenças das gengivas (também conhecidas por doenças periodontais).

Os polifenóis, compostos encontrados nas sementes de uva e no vinho tinto, parecem dispor de poderosas propriedades anti-inflamatórias que ajudam a limitar a extensão do dano causado pelas irritações motivadas pela placa bacteriana que se deposita na zona de transição do dente com a gengiva, também conhecida como gengivite.

Na opinião desses pesquisadores, estes compostos poderiam ajudar a prevenir a progressão da doença periodontal para um estágio mais grave, conhecido por periodontite, uma infecção crônica da gengiva que pode levar, a deterioração do osso e dos tecidos de suporte do dente ou, até mesmo, a perda do dente.

– “Nossos resultados demonstram que os polifenóis do vinho tinto mostraram propriedades antioxidantes potentes”, concluíram os
autores de um estudo feito na Universidade Laval, em Quebec, no Canadá.

Embora os polifenóis ainda não tenham confirmado o seu poder em uma boca humana, demonstraram propriedades promissoras nos testes feitos com células de camundongo, ao que parece, limitando a liberação de substâncias químicas que levam à inflamação e à produção de radicais livres (que são moléculas potentes produzidas pelo corpo em resposta a uma infecção bacteriana). Os radicais livres podem colaborar com o desenvolvimento das doenças gengivais e levar à periodontite.

Mais de 80% dos norte-americanos possuem alguma forma de doença gengival, e estima-se que 15% dos americanos – entre 21 e 50 anos – sofram de periodontite. Estima-se que aos 50 anos, 65 % dessa população pode sofrer desta doença periodontal crônica. Fumantes, diabéticos e pessoas que tomam esteróides e anticoncepcionais têm um risco aumentado de desenvolver periodontite.

Ainda não se pormenorizou o(s) real(is) efeito(s) do vinho tinto na prevenção e controle das doenças das gengivas em seres humanos. O Dr. Fatiha Chandad, autor do estudo de Quebec, observou a necessidade de mais investigações para determinar o quão eficaz e em que dosagem essa bebida serviria para a luta contra a doença periodontal. No entanto, Chandad disse que estudos anteriores mostraram que outros alimentos ricos em polifenóis, como o chá verde e a uva, ajudam a combater esse tipo de problema bucal.

-“O consumo de todas as frutas ou vegetais ricos em polifenóis pode ter efeito benéfico sobre a manutenção de uma boa saúde da boca”, acrescentou a autora principal dessa investigação. A cooperação para a prevenção da doença periodontal é, tão somente, parte integrante desse processo, que seguirá exigindo um bom padrão de higiene bucal para a prevenção dos problemas, mesmo que as futuras investigações confirmem a possibilidade dos polifenóis víniferos para influenciar os sintomas das doenças periodontais gengivite e periodontite.

Comentário do blogueiro:
Vale relembrar a frase do Ministério da Saúde para bebidas do gênero: – Aprecie com moderação.

Prof. Rodrigo Guerreiro Bueno de Moraes
Cirurgião-Dentista | Mestre em Odontologia pela Universidade Paulista | Membro da Sociedade Brasileira de Periodontia e da American Academy of Periodontology.

Texto da jornalista americana Karen Barrow
Fonte: Daily News (Caderno de saúde) ano de 2006

 

Recent Posts